Como se conectar com as pessoas – 10 dicas poderosas, confira:

Muitas pessoas sucumbem à crença equivocada de que a capacidade de se conectar com os outros é um traço natural, que se trata de um dom ou sorte. Na realidade, essa capacidade está sob seu controle e é uma questão de inteligência emocional. Uma pesquisa realizada por Matthew Lieberman na Universidade da Califórnia (UCLA) mostra que estar socialmente conectado com outras pessoas é tão fundamental para a necessidade humana como alimento, abrigo e água. Por exemplo, Lieberman descobriu que sentimos a dor social, como a perda de um relacionamento, na mesma parte do cérebro que sentimos a dor física.

A principal função desta área do cérebro é nos alertar para as ameaças à nossa sobrevivência. Isso faz você perceber o quão poderosa e importante é a conexão social.

Dado que a conexão social é uma necessidade humana tão fundamental, você pensaria que seria fácil manter contato com todos que encontramos. Infelizmente, esse não é o caso. Contra o nosso próprio interesse, ficamos atolados por timidez, autoconsciência, o cinismo, o orgulho, a competitividade, ciúme e arrogância. Saiba já como enfrentar estas barreiras, com dicas do autor de Inteligência Emocional 2.0 e CEO da TalentSmart, Travis Bradberry para o site Entrepreneur:

  1. Deixe uma primeira impressão forte

Uma pesquisa mostra que a maioria das pessoas decide se gosta de você nos primeiros sete segundos em que o conhecem. Isto pode parecer assustador, mas por saber isso, você pode tirar vantagem para manter contato.

As primeiras impressões são intimamente ligadas à linguagem corporal positiva. Tornar-se consciente de seus gestos, expressões e tom de voz (e certificando-se que eles estão positiva) vão ajudá-lo. Usando um tom entusiasmado, descruzando os braços, mantendo contato visual, e inclinar-se para a pessoa que está falando são todas as formas de linguagem corporal positivas para atrair alguém. Linguagem corporal positiva pode fazer toda a diferença em uma conversa. É verdade que a forma como você diz algo pode ser mais importante do que o que você diz.

  1. Seja o primeiro a aventurar-se além do superficial

Em uma primeira conversa o conteúdo tende a ser bastante superficial. Nós retratamos uma imagem de cuidado de nós mesmos e nos atemos ao agradável, usando tópicos de segurança. Falamos sobre o tempo e as pessoas que conhecemos em comum e compartilhamos os detalhes mais básicos sobre nós mesmos. Mas se você realmente deseja se conectar com alguém tente levantar a aposta revelando o verdadeiro você. Não precisa ficar muito pessoal, mas na maioria das vezes, se você se abrir, a outra pessoa irá seguir a sua linha e fazer o mesmo.

  1. Faça boas perguntas

Se a outra pessoa parece hesitante em se abrir, incentive-o a fazê-lo por meio de perguntas substanciais. Questionar diretamente com “O que você faz?” não contribui para a relação quase tanto como, “Por que você escolheu sua profissão?” Pense em questões que vão ajudar você a entender o que faz a outra pessoa sem que fique muito pessoal.

  1. Aprenda com eles

No decurso da sua investigação, Lieberman concluiu que nosso sistema educacional seria muito mais eficaz se aproveitado para o lado social da aprendizagem, ao invés de tentar “enfiar conteúdos goela abaixo”. Por exemplo, a melhor maneira de ajudar um aluno da 8ª série com matemática seria ensiná-lo com a ajuda de um outro estudante. Aplique esse mesmo princípio em sua vida e esteja disposto a aprender com a pessoa que você está tentando se conectar. Isso também mostra que você está disposto a ser vulnerável e não é orgulhoso demais para admitir que tem muito a aprender.

  1. Não os faça se lamentar por terem te conhecido

Sarcasmo, crítica ou piadas podem fazer a outra pessoa se sentir julgada por aquilo que compartilhou com você. Em vez disso, tenha empatia em sua abordagem, mesmo se você não concordar com as suas crenças e depois retribua ao revelar mais sobre si mesmo.

  1. Olhe para o bem contido na pessoa

Nossa cultura muitas vezes pode predispor-nos para o cinismo. Nós parecemos nos concentrar em encontrar razões para não gostar de pessoas, em vez de razões para gostar delas. Jogue essa voz interior cínica fora e se concentre em olhar para o lado bom de um conhecido novo. Quando você espera o melhor das pessoas, eles estão propensos a entregá-lo.

  1. Sorria

As pessoas naturalmente (e inconscientemente) espelham a linguagem corporal da pessoa que está falando. Se você quer que as pessoas gostem de você, sorria para elas durante uma conversa e eles vão inconscientemente retribuir o favor e se sentir bem sobre como você as faz sentir.

  1. Use o seu nome

Seu nome é uma parte essencial de sua identidade e você se sente ótimo quando as pessoas usam-no. Você não deve usar o nome de alguém somente quando o cumprimenta. A pesquisa mostra que as pessoas se sentem validadas quando a pessoa que está falando se refere a eles pelo nome durante uma conversa. Quando conhecer alguém, não tenha medo de perguntar seu nome uma segunda vez se esquecê-la logo depois de ouvi-lo. Você vai precisar manter seu nome em mente na próxima vez que o vir.

  1. Desligue a sua voz interior

Uma coisa gigante que nos impede de nos conectar com outras pessoas é que nós realmente não a ouvimos. Em vez disso, nós estamos pensando enquanto a outra pessoa está falando. Estamos tão focados no que vamos dizer em seguida ou como o que a outra pessoa está dizendo vai nos afetar, que deixamos de ouvir o que está sendo realmente dito. As palavras vêm altas e claras, mas o significado é perdido.

  1. Agora faça tudo isso

A boa notícia é que nós somos programados para nos conectarmos uns aos outros, então devemos apenas ficar no caminho certo. Experimente estas dicas na próxima vez que encontrar alguém novo e experimente em uma conexão real.

 

tag: conectar, conhecimento, dicas, fortalecer, networking, parcerias, pessoas,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *