10 tópicos que você precisa saber antes de abrir uma loja virtual




O e-commerce segue em alta no Brasil, mesmo na crise. Dados da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônic0) indicam um crescimento de 18% em 2016, com faturamento de R$ 56,8 bilhões. Os números positivos atraem empresários dispostos a criar seus próprios negócios. Porém, é preciso tomar alguns cuidados para evitar que o sonho do empreendedorismo se torne um pesadelo. Confira 10 dicas elaboradas pelo sócio-fundador da BetaLabs, empresa especializada no desenvolvimento de sistemas de gestão empresarial (ERP), e-commerce e softwares sob medida em cloud computing, Luan Gabellini:

  1. Planejamento acima de tudo
    Nenhum negócio, seja físico ou online, sobrevive por muito tempo sem um plano de ação estruturado. Antes de se aventurar em qualquer atividade, é recomendável traçar objetivos e desafios a curto, médio e longo prazo. Assim, fica mais fácil realizar correções de rota no futuro.
  1. Conheça a legislação atual
    É recomendável ao empreendedor que se atualize com a legislação tributária vigente. No caso específico do e-commerce, por exemplo, houve uma alteração importante na cobrança do ICMS entre estados, mas ela não vigora mais atualmente. Adquirir conhecimento antes de abrir o negócio evita transtornos e dores de cabeça.
  1. Estude bem o mercado
    Por mais inovadora que seja a ideia, muito provavelmente já existe alguém que faz algo semelhante. O comércio eletrônico no Brasil cresceu muito nos últimos anos e praticamente todos os segmentos estão inseridos nele. Se por um lado isso aumentou a concorrência; por outro permite uma melhor avaliação do mercado, assimilando erros e acertos dos principais players.
  1. Busque um diferencial
    Tente encontrar algo que diferencie sua marca. Pode ser um produto, a forma de atendimento, algum outro serviço, entre outros pontos. O consumidor está cada vez mais exigente e só compra com frequência dos sites que oferecem algo a mais para ele.
  1. Invista em marketing e conteúdo
    De nada adianta ter ótimos produtos e boa reputação se ninguém souber disso. Invista em conteúdos próprios, como blogs e redes sociais, e aposte em campanhas de marketing para atingir seu público-alvo no início da operação – o sucesso neste ponto traz um fôlego nos primeiros meses.
  1. Cuidado com informações erradas
    Da mesma forma é recomendável prestar atenção no conteúdo que está dentro do site. Um preço errado, uma descrição incompleta ou uma foto ruim já são suficientes para abalar a reputação de qualquer empresa perante os consumidores.
  1. Teste tudo antes de colocar no ar
    Da plataforma de e-commerce à cor do botão de comprar, tudo deve ser testado pelo empresário antes de colocar o varejo online no ar. Tudo precisa ser pensado para agradar os consumidores e evitar que eles migrem para o concorrente.
  1. Informe-se sobre os fornecedores de tecnologia
    Uma loja virtual simplesmente não existe se a tecnologia falhar. Portanto, busque fornecedores que tenham ótimos produtos e excelente suporte. Isso evita, por exemplo, que a página saia do ar caso aconteça um aumento abrupto de visitantes.
  1. Diversifique a forma de pagamento
    O cartão de crédito é o modelo de pagamento preferido do brasileiro no e-commerce. Porém, hoje o e-commerce precisa atender os diferentes perfis de clientes, incluindo aqueles que gostam de boleto, débito, depósito, entre outros formatos. Escolha uma infraestrutura de pagamento que aceite e agilize a transação.
  1. Garanta o back-office
    Em hipótese alguma esqueça a tecnologia que está por trás da loja virtual, como a plataforma de e-commerce, ERP, sistema de logística, entre outros. São estes recursos que automatizam e agilizam a gestão do empreendimento. Sem eles, surgem dificuldades para manter o e-commerce no azul.

tag: comercio virtual, dicas, e-commerce, loja virtual, Luan Gabellini, vendas na internet, vender pela internet,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.