Acerte com os erros dos outros é o objetivo do canal “Deu Ruim, Virou Aprendizado”.

Pare de cometer estes erros ! E se alguém te dissesse que erra todas as vezes que não sabe dizer ‘não’, quando mistura suas finanças pessoais com a de sua empresa e, ainda, quando acredita que uma agenda lotada é sinônimo de sucesso. Erros como estes e outros impactam negativamente numa empresa, porém eles ainda são pouco comentados e divulgados. E é graças a erros cometidos por grandes empresários que o canal ‘’Deu Ruim, Virou Aprendizado (DRVA)’’ está conquistando cada vez mais seguidores no Instagram.

O projeto, idealizado pelo empresário Thiago Oliveira, surgiu no início da pandemia depois de ele assistir lives sobre empreendedorismo que só mostravam cases bem sucedidos e dicas de sucesso, porém nunca os erros que os empresários tinham cometidos até alcançarem êxito. “Via apenas um mundo bonito e romântico da Internet, mas as histórias reais, com situações desastrosas vividas por empresários não eram faladas. Na minha visão, a gente aprende muito mais com exemplos de erros reais, do que com acertos. Muitas daquelas falhas de gestão, poderiam estar sendo cometidas por várias pessoas naquele exato momento, o que deveria ser evitado”, explica.

A partir desta reflexão, Thiago iniciou um movimento nas redes sociais para escutar e conversar com pessoas dos mais variados segmentos a fim de que os erros delas fossem compartilhados para o grande público. “Meu objetivo é desmistificar a cultura do erro que, no Brasil, passa despercebido, ao contrário do que ocorre nos Estados Unidos, quando ela serve como incentivo, trazendo uma dinâmica diferente aos negócios”.

Deu ruim virou aprendizado

Para Thiago, este projeto é uma realização pessoal, sem fins lucrativos. “O intuito é compartilhar conhecimento e evitar que novos empreendedores cometam erros que podem ser evitados. É algo que estamos fazendo para potencializar e ajudar esse ecossistema de startups”, descreve.

As lives acontecem todas as terças e quintas-feiras, às 20h, pela conta @thioliveira22. Já participaram destas conversas renomados empresários, como Ricardo Nunes (Ricardo Eletro), Breno Masi (Finget Tips e Play Kids), Ricardo Shinyashiki (Editora Gente), entre outros. Todos eles contaram situações que impactaram negativamente em seus negócios e refletem qual teria sido a melhor estratégia para cada situação. Estas histórias são transformadas em frases e pequenos textos que auxiliam no compartilhamento dos aprendizados.

Thiago errou muito também até chegar ao sucesso

Thiago Oliveira

Hoje Thiago é sócio da Proseftur Assessoria em Comércio Exterior, sócio e conselheiro da ACE (maior aceleradora de Startup da América Latina), sócio da empresa Bossa Nova, conselheiro e investidor da ONG Gerando Falcões, cofundador da Oliveira Foundation, além de autor dos livros “Pense dentro da caixa” e “Os segredos da gestão ágil por trás das empresas valiosas”, ambos pela editora Gente.

No entanto, até que ele se tornasse um empresário bem sucedido, precisou aprender com seus próprios erros.
Em 2002, após trabalhar como agregado em uma transportadora, ele resolveu abrir seu próprio negócio na área. Em uma sala comercial alugada, um telefone e um investimento de R$ 17 mil ele criou a Is Log. Foram seis meses de persistência até conseguir seu primeiro cliente. Após este período, a empresa decolou, expandiu e se destacou. Com o passar dos anos, Thiago já havia adquirido uma frota de veículos e tinha se tornado referência no estado de São Paulo.

Porém, o mercado começou a mudar, um novo perfil de empresário se desenhou e a concorrência aumentou velozmente. Na tentativa de se adaptar a esta nova maneira de gestão, Thiago promoveu pessoas erradas, liderou sua equipe de maneira igual sem perceber as particularidades de cada um, não formou um conselho, entre outros erros, que fizeram com que ele perdesse cada vez mais clientes, levando sua empresa ao caos.

Depois de chegar ao fundo do poço, sem sequer ter condições de prover o sustento de sua família, ele resolveu mudar sua estratégia. Vendeu sua frota e abriu filiais. A iniciativa deu tão certo e que não demorou muito para que ele chegasse a 24 filiais em pouco tempo. Em 2016, ele recebeu uma oferta e vendou a IS Log para um fundo americano. Atualmente, comanda da Califórnia seus negócios.

Por Fabiana Seferin

tag: deuruimvirouaprendizado, dicasdesucesso, erros comuns, instagram para negocios, livesintagram,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *