Ambev vai transformar lixo do Carnaval de rua em lixeiras para as cidades

Inovação

fev 27, 2020

0

O Carnaval passou e com ele, vieram lixos excessivos que os foliões deixam. Pensando nisso, a Ambev, em parceria com a ANCAT (Associação Nacional de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis), à agência MAP, à Boomerang e prefeituras, vai recolher os resíduos deixados dos principais blocos de rua de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Recife.

A ação já começou nos dias oficiais de festa e deve continuar no período pós-folia. A previsão é de que o lixo de 26 milhões de foliões seja reciclado e, para isso, a Ambev mobilizou cerca de 2,8 mil catadores e catadoras de material reciclável nas 5 capitais. Esses profissionais receberam uma renda fixa por dia de trabalho e remuneração extra pela quantidade e tipo de materiais recolhidos

Os resíduos reciclados serão transformados em lixeiras que serão instaladas nessas cidades, gerando um impacto positivo para os moradores.

“Queremos ter um Carnaval cada vez mais sustentável e também ajudar na conscientização dos foliões. Por isso, decidimos nos unir a parceiros para fazer uma ação inédita de limpeza que vai recolher todo o tipo de material reciclável: vidro, plástico, papelão, latas, mesmo que sejam de marcas concorrentes”, conta Rodrigo Figueiredo, vice-presidente de Sustentabilidade e Suprimentos da Cervejaria Ambev. “A gente sabe que uma única ação não traz todas as soluções de que precisamos. Também temos consciência de que não vamos vencer esse desafio sozinhos; daí a iniciativa de convidar a ANCAT, a MAP, a Boomerang e outros parceiros para se juntarem conosco nessa tarefa, que é de todos nós – empresas, associações, foliões, sociedade e governo”, acrescenta.

Desde o Carnaval, o lixo reciclado está sendo encaminhado para 45 pontos de coleta nas capitais participantes. Ali, eles serão separados e devidamente reciclados.

LEIA TAMBÉM:

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *