Bill Gates lança novo livro com plano para combater mudanças climáticas e acabar com a dependência mundial do carbono

Bill Gates, co-fundador da Microsoft, criou um plano de ação de tecnologia limpa por meio de seu trabalho filantrópico. Com um novo livro, ‘Como evitar um desastre climático: As soluções que temos e as inovações necessárias’, ele agora tem um plano de ação para acabar com a dependência mundial do carbono.

Bill Gates lança novo livro com plano de ações para combater mudanças climáticas e acabar com a dependência mundial do carbono

Esqueça as noções irrealistas sobre a abolição dos combustíveis fósseis em uma década ou os esforços modestos para tornar os veículos elétricos um pouco mais baratos.

Em seu novo livro “Como evitar um desastre Climático”, Gates argumenta que os líderes precisam mudar seu foco. Por isso, a ideia é investir em estratégias de longo prazo para criar um futuro de carbono zero. Já que, essa é uma tarefa que os cientistas alertam que deve ser realizada em um punhado de décadas para evitar mudanças catastróficas.

Desde que deixou a vida diária da Microsoft, Bill Gates se concentrou em algumas das principais questões humanitárias e usou sua relevância para atrair a atenção das pessoas. Após alertar sobre uma pandemia iminente há cinco anos, o fundador da Microsoft desempenhou um papel de liderança na luta contra a Covid-19. Agora Gates voltou sua atenção para a mudança climática.

“Como evitar um desastre climático: As soluções que temos e as inovações necessárias”

O novo livro foi lançado nos Estados Unidos na terça-feira (16/02). A edição brasileira chegará daqui a alguns dias. Uma vez que, na Amazon, a data de entrega prevista é 1º de março.

Um tema central do novo livro de Bill Gates é o conceito de “prêmio verde“. Além da diferença de custo entre um produto que emite carbono e sua alternativa que não o faz.

Muitas vezes, os legisladores e ativistas se concentram em pequenas medidas que podem ajudar a reduzir as emissões de energia. Principalmente, com programas para climatizar casas ou ajudar as energias renováveis ​​a substituir o carvão. No entanto, segundo ele, essas medidas não farão com que o planeta chegue perto de zero emissões.

De acordo com o fundador da Microsoft, é necessário descarbonizar outros setores da economia global. Como, por exemplo, a fabricação de aço, sistemas de transporte, produção de fertilizantes e muito mais. Por isso, o papel do governo é justamente fomentar o desenvolvimento de novas tecnologias capazes de substituir métodos produtivos que poluem o ambiente.

Portanto, é de extrema importância o aumento acentuado nos gastos com pesquisa e desenvolvimento por parte do governo federal. Principalmente, com pesquisas sobre como eliminar a pegada de carbono de coisas como aço, concreto, aviação e agricultura. Já que, nesses temas ainda há pouco progresso feito, para que a manufatura e a agricultura possam continuar a prosperar em um mundo mais ecológico.

Breakthrough Energy Ventures (BEV) e Instituição Bill & Melinda Gates Foundation

No final de janeiro deste ano, Gates anunciou que arrecadaria mais US $ 1 bilhão. Os recursos serão destinados de 40 a 50 startups, com foco em áreas de difícil descarbonização. Como, por exemplo, produção de cimento, transporte aéreo e captura de carbono no ar.

Sua organização de caridade, “Bill and Melinda Gates Foundation”, promove doações para causas humanitárias. A organização tem se dedicado a ajudar a melhorar a saúde global, combater a pobreza e as mudanças climáticas.

E para ajudar a impulsionar estudos e descobertas tecnológicas necessárias, ele reuniu uma lista de personalidades para orientar seu fundo Breakthrough Energy Ventures. A lista apresentava figuras como Jeff Bezos da Amazon, o investidor em tecnologia limpa Vinod Khosla e o guru de fundos de hedge Ray Dalio.

O grande desafio para evitar o aquecimento climática será reduzir as emissões de gases poluentes de 51 bilhões de toneladas anuais para zero até 2050. Essa transformação é tão difícil quanto parece.

Em entrevista à BBC, Gates disse que acabar com uma pandemia como a da Covd-19 é “muito fácil” em comparação a zerar as emissões de gases poluentes. E que, se nada for feito, as mudanças climáticas serão tão mortais quanto o novo coronavírus.

Mas o bilionário é otimista e acredita que uma mudança é possível. Para isso, no entanto, será preciso uma grande intervenção governamental para estimular a inovação em um nível nunca visto.

LEIA TAMBÉM: Depois de Tesla e MasterCard, a Amazon pode aderir as moedas digitais

tag: ambiente, bill gates, ecologia, ecologico, livros, mudanças climaticas, premio verde,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *