Bitcoin: El Salvador pode se tornar o primeiro país do mundo a aceitar oficialmente a criptomoeda

O El Salvador, país da América Central, pode ser o primeiro país do mundo a adotar oficialmente o uso da criptomoeda Bitcoin.

El Salvador pode se tornar o primeiro país do mundo a aceitar oficialmente a criptomoeda
(IMAGEM: Stanley Estrada/AFP)

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele anunciou que o país reconhecerá legalmente o uso da criptomoeda Bitcoin.

Se seu plano for apoiado pelo Congresso, este país da América Central se tornará o primeiro país do mundo a adotar oficialmente uma moeda digital. Dessa forma, o Bitcoin pode ser usado para transações com a moeda oficial de El Salvador, o dólar americano.

“No curto prazo, isso vai gerar empregos e ajudar a proporcionar inclusão financeira a milhares de pessoas fora da economia formal”

discursou Bukele em uma conferência sobre Bitcoin na Flórida, nos Estados Unidos.

Além disso, Bukele entende que o Bitcoin tornará mais fácil para salvadorenhos que vivem no exterior enviar dinheiro para amigos e familiares no país. Assim, o presidente acredita que a medida pode promover investimentos no país.

Ele também afirmou que apresentará as alterações legislativas propostas ao Congresso na próxima semana.

Bitcoin e El Salvador

O presidente calculou que, se aprovada, a medida abrirá os serviços financeiros para 70% dos salvadorenhos que não têm conta em banco.
A economia de El Salvador depende fortemente de remessas de outras partes do mundo, que representam aproximadamente 20% do PIB do país.

Mais de 2 milhões de salvadorenhos vivem no exterior, mas ainda mantêm contato próximo com seu local de nascimento, repatriando mais de US $ 4 bilhões a cada ano.

Os serviços bancários disponíveis atualmente podem cobrar taxas por essas transferências, que podem levar vários dias para serem concluídas. Normalmente é necessário retirar fundos pessoalmente nas agências físicas das instituições financeiras.

O presidente não entrou em detalhes sobre como a política funcionará na prática. Bitcoin é uma das criptomoedas mais famosas e amplamente utilizadas e tem experimentado grandes flutuações de valor nos últimos anos.

Atualmente, a maioria dos bancos centrais do mundo está estudando a possibilidade de desenvolver sua própria moeda digital. Por exemplo, em abril, o Banco da Inglaterra anunciou que está considerando a criação de um modelo financeiro digital que coexista com o dinheiro tradicional e os depósitos bancários.

Controvérsias

Além disso, Roger Ver, do site Bitcoin.com, disse à BBC que, nessa proposta salvadorenha, outras criptomoedas fariam um trabalho muito melhor do que o Bitcoin.

“São notícias fantásticas para todas as criptomoedas em geral, mas o que a maior parte do mundo não percebe é que o Bitcoin não opera mais como moeda”.

“Outras opções, como Bitcoin Cash, Monero ou ZCash, funcionam muito melhor como moedas”.

“O Bitcoin pode processar apenas cerca de três transações por segundo. Não há como uma rede que consegue lidar somente com esse volume de transações se transformar em dinheiro para o mundo inteiro.”

Outras criptomoedas também seriam mais vantajosas para as remessas do exterior, pois elas cobram menos que o Bitcoin por isso, compara Ver.

*Com informações da BBC

LEIA TAMBÉM: Etiqueta Única: Startup fatura R$ 10 milhões como ‘brechó de luxo’

tag: bitcoin, criptomoeda, criptomoedas, El Salvador, o primeiro país do mundo a aceitar oficialmente criptomoedas, pagamentos com criptomoedas,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.