Braço financeiro do Rappi lança seguros e terá conta digital em 2022

O lançamento de seguros da RappiBank, o braço financeiro do Rappi, é uma colaboração com W2.digital, braço da Wiz Seguros.

Braço financeiro do Rappi lança seguros e terá conta digital em 2022
(Imagem/Reprodução)

O RappiBank determinou que o próximo produto em sua prateleira será um seguro para animais de estimação. Uma vez que, o mercado pet vem apresentando um aumento expressivo de compras no aplicativo Rappi.

Essa mudança é o primeiro passo para ampliar a integração de serviços e aplicativos financeiros, sempre com foco no comportamento do consumidor. A ideia é expandir o serviço aos poucos, eventualmente lançando uma conta digital em 2022

A tendência de oferecer diferentes tipos de serviços é comum em “super apps” e está longe de ser exclusiva desta startup colombiana. Por exemplo, gigantes como Mercado Livre na Argentina, Amazon nos EUA, Alibaba na China e Magazine Luiza no Brasil adotaram essa abordagem.

Porém, essa observação do dia a dia das pessoas pode trazer vantagens, fazendo com que apps não sejam especialistas em finanças. Dessa forma, cruzando a fronteira, trabalhando em nichos de mercado que os grandes bancos raramente exploram.

Novidades

Além do seguro animal de estimação, a plataforma também oferecerá seguro de vida, cuja cobertura geral ainda é baixa no Brasil. Ademais, a empresa também terá outros serviços mais específicos, como proteção de aparelhos eletrônicos (celulares) e cartões de crédito.

“Somos um banco do Rappi para o Rappi”

afirma o presidente do RappiBank, João Felix, destacando a missão de o “banco” servir ao negócio principal. 

Além disso, o lançamento de seguros é uma colaboração com W2.digital, braço da Wiz Seguros.

O executivo disse que outros modelos estão sendo analisados ​​para complementar as operações. Este não é o primeiro lançamento de uma jovem empresa de fintech que foi lançada oficialmente no início deste ano.

Em janeiro, diante das dificuldades financeiras do restaurante (importante base ligada ao Rappi), o Rappibank lançou uma cota de capital de giro. Segundo Felix, o valor do crédito concedido não foi divulgado, mas foi de aproximadamente “milhões de reais”.

Em junho, a fintech deu mais um passo ao apresentar os cartões de crédito aos usuários de apps, o que aumentou em dois dígitos a frequência desse consumidor na plataforma. Além disso, ainda neste ano, está prevista a introdução do pré-pagamento de contas a receber, estando as necessidades dos restaurantes e lojistas relacionadas com a aplicação.

Crescimento da Rappi

Desde março, a fintech se candidatou ao banco central para se tornar uma Sociedade de Crédito Diretor (SCD). As garantias são necessárias para aumentar o escopo dos serviços prestados.

Além das contas digitais, a ideia para 2022 é dar crédito. Para aprimorar esse sistema, já há planos de lançar produtos de investimento por meio do Rappi. Uma das ideias é permitir o repasse de recursos entre países da América Latina

Além do Brasil, a Rappi também está presente em outros 8 países / regiões da região. E a Rappi Capital embarcou em uma trajetória de crescimento radical.

Em julho, a start-up que fez parceria com a SoftBank levantou uma nova rodada de financiamento, que arrecadou US $ 500 milhões, que elevou sua avaliação para US $ 5,25 bilhões (ou quase 30 bilhões de reais).

Para Bruno Diniz, sócio da Spiralem, empresa de consultoria inovadora no mercado financeiro, as medidas de seguros do Rappibank são uma tendência mundial.

“Incorporar seguros, além de criar produtos específicos que podem fazer sentido para os usuários, endereça uma questão no Brasil.”

LEIA MAIS: BrMalls vai instalar 15 caixas eletrônicos de bitcoin em shoppings; veja lista

tag: rappi, RappiBank, seguro para animais de estimação, seguro para pet, seguros,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *