Bradesco: Fatores para maior lucro trimestral da história

Banco do Bradesco atinge o maior lucro da história da companhia em um trimestre (apesar do ano desafiador), projeções positivas para 2021 e expectativa de maiores dividendos.

Esse conjunto de boas notícias fez com que o Bradesco (BBDC3;BBDC4) registrasse o melhor e mais surpreendente conjunto de números entre os grandes bancos. Apesar de a expectativa já ser positiva para o balanço, os dados são os resultados do quarto trimestre até o momento.

banco bradesco
Detalhe da fachada de uma agência do Banco Bradesco

Assim, os ativos BBDC4 chegaram a saltar 5,15% no início da sessão. Além disso, ainda que amenizando, registravam ganhos de cerca de 3% em boa parte da sessão.

O lucro líquido do Bradesco recorrente foi de R$ 6,8 bilhões no quarto trimestre, alta de 35,2% quando comparado com o trimestre passado, e um surpreendente crescimento de 2,3% frente o mesmo período de 2019.

Além disso, ele ficou 23% acima do consenso do mercado, de acordo com consenso Bloomberg. Deste modo, o crescimento de lucro impulsionou a volta do retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) a patamares próximos aos vistos em 2019, atingindo 20% no trimestre.

Os números, vale ressaltar, foram insuficientes para evitar a queda no acumulado do ano, marcado por aumento de provisões em meio à crise causada pandemia. Portanto, o banco do Bradesco terminou 2020 com lucro acumulado de R$ 19,458 bilhões, retração de 24,8% em relação a 2019. Um dos pontos que mais afetou os bancos em 2020 foi a necessidade de aumentar a Provisão para Devedores Duvidosos (PDD). Isso ocorreu devido a um maior risco de crédito associado à crise do Covid-19.

Para o Bradesco, isso representou um crescimento de provisionamento de R$ 25,7 bilhões no ano. Porém, no quarto trimestre, houve uma diminuição de PDD expandida de 18,3%  em relação a terceiro trimestre de 2020. Deste modo, atingindo R$ 4,6 bilhões e indicando uma melhora estrutural da economia já no final do ano, ressalta a Levante Ideias de Investimentos.

Análise do Cenário

Conforme destaca Marcel Campos, analista da XP Investimentos, o resultado foi impulsionado por três fatores em especial. Primeiramente, a forte margem financeira, que se expandiu significativamente no trimestre. Uma vez que o banco foi capaz de melhorar o spread por meio de um portfólio mais rentável e voltado para o varejo. O crescimento nesta linha foi  de 8% na base de comparação anual, atingindo R$ 16,6 bilhões no trimestre. No acumulado do ano, a margem financeira atingiu R$ 63,1 bilhões, representando um crescimento de 7,4% frente 2019.

Em segundo lugar, estão as receitas de serviços mais altas do que o esperado. Uma vez que o banco se beneficiou da recuperação da atividade econômica. As receitas de serviços cresceram 7% no trimestre, para R$ 8,7 bilhões, com destaque para a receita com cartões, que expandiu 18% no trimestre. Por outro lado, uma ressalva: os seguros se comportaram mal. Desse modo, apresentando uma contração de 27% no trimestre para R$ 2,3 bilhões. Assim sendo um aumento de sinistros e a taxa de juros mais baixa de todos os tempos impactando o ramo.

O terceiro ponto são os custos menores do que o previsto. Uma vez que o Bradesco liderou os cortes dentro do setor bancário. Principalmente, com o fechamento de 403 agências no trimestre e 1.083 em 2020, algumas delas convertidas em outras modalidades de ponto de atendimento. As despesas operacionais do Bradesco encerraram o ano em R$ 46,4 bilhões, uma baixa de 5,3% na comparação com 2019.

Durante teleconferência, Octavio de Lazari Jr, presidente-executivo do banco, destacou que o Bradesco vai continuar fechando e reduzindo tamanho de agências. Além de destacar também que pretende o retorno do patrimônio líquido aos níveis históricos já neste ano.

Leia também: 4 desafios do Home Office para Geração Z

tag: ações bradesco, banco bradesco, bradesco, lucro, maior lucro,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.