Conheça as 4 tendências que estão mudando a forma de lidar com os negócios

Sem categoria

fev 19, 2020

0
Uso de mensagens em vez da ligação, vídeo em vez do áudio e trabalhar de onde quiser são essenciais para estimular as novas gerações

Os funcionários de hoje querem trabalhar de maneira diferente e esse desejo motiva empresas de todo o mundo a explorar plataformas de comunicação colaborativa. Em uma pesquisa global da Ovum Research, em parceria com o GoTo by LogMeIn, mais de 2.000 líderes de TI entrevistados disseram que as ferramentas de Comunicações Unificadas e Colaboração (UCC) são essenciais para o sucesso dos negócios. Essa tecnologia também é importante na batalha para manter uma força de trabalho diversificada e talentosa, incluindo trabalhadores remotos e nativos digitais de todas as gerações e origens.

As tendências em mentalidade e tecnologia a seguir estão definindo a cara da colaboração moderna e o que os principais executivos de TI precisam fornecer para manter sua força de trabalho feliz. Confira:

  1. Não me ligue, mande uma mensagem

Comparado às gerações anteriores, são poucos os millennials e pessoas da geração Z gostam de falar ao telefone. De fato, se tivessem a opção, 75% dos millennials desistiriam da capacidade de falar ao telefone para manter a capacidade de enviar mensagens de texto. Suas habilidades sociais se desenvolveram por meio de interações de texto e aplicativos de bate-papo móvel, em vez de conversas por telefone ou pessoalmente. Eles estão acostumados a um tipo de comunicação que lhes dá a capacidade de responder em seu próprio tempo, após uma reflexão, em vez de reagir instantaneamente da maneira que uma ligação telefônica exige.

Essas expectativas parecem óbvias ao analisar as tendências de comportamento no local de trabalho. Uma pesquisa recente do GoTo by LogMeIn mostra que 92% dos funcionários Millennials e da Geração Z (de 18 a 34 anos) usam ferramentas de bate-papo de mensagens instantâneas enquanto estão no trabalho – em comparação com apenas 51% dos funcionários acima de 55 anos. Por conta disso, mais empresas procuram fornecer aplicativos robustos de mensagens para alinhar-se com essa mentalidade de ‘priorizar o texto’ das novas gerações.

  1. O vídeo ofuscou o brilho do áudio

Apesar da preferência por mensagens de texto, esse grupo demográfico ainda entende o valor das interações cara a cara. Eles querem manter o controle sobre o contato que mantêm com outras pessoas – e a tecnologia certa resolve essa necessidade. Esse mindset levou as empresas a pesquisar (e implementar) ferramentas de videoconferência, que permitem que funcionários realizem reuniões internas e externas a partir de qualquer local. As videochamadas também facilitam check-ins rápidos ou breves sessões de colaboração entre os funcionários do escritório e aqueles que trabalham remotamente.

A presença, ainda que digital, que acompanha as ferramentas de videoconferência também incentiva os participantes a manterem o foco. De fato, 90% das informações transmitidas ao cérebro são visuais – e as imagens são processadas 60 mil vezes mais rápido pelo cérebro humano do que as palavras. Ao contrário, uma conferência em áudio tradicional não permite o compartilhamento de recursos visuais, o que pode inibir a produtividade, criar confusão e atrair distrações.

  1. A possibilidade de trabalhar quando quiser, de onde quiser

Os millennials não são o único grupo que influencia a maneira como as empresas projetam seu ambiente de trabalho. Trabalhadores de todas as idades veem benefícios em trabalhar remotamente e em horários flexíveis. Essa liberdade cria equilíbrio, foco e confiança, enquanto motiva as pessoas a fazerem um trabalho mais significativo.

É por isso que as empresas precisam de uma tecnologia que capacite seus talentos a trabalhar, se conectar e colaborar de qualquer lugar. Fazer a transição para uma plataforma UCC permite que as companhias ofereçam o ambiente de trabalho ideal, permitindo que os trabalhadores escolham o dispositivo ou canal que desejam utilizar. Por exemplo, eles podem preferir um telefone fixo ao trabalhar em casa ou um smartphone para se conectar quando estão em trânsito.

  1. A ascensão (e implementação) da IA

Atualmente, muitos trabalhadores veem a tecnologia de comunicação colaborativa como um parceiro de trabalho que assume tarefas banais e demoradas, e permite que eles realizem um trabalho mais significativo. A tecnologia UCC é frequentemente baseada em Inteligência Artificial para ajudar os trabalhadores a fazerem mais.

Quando algumas de suas responsabilidades se tornam automatizadas, os funcionários podem alcançar o equilíbrio desejado entre o trabalho e sua vida pessoal. As ferramentas habilitadas para IA podem agendar e transcrever reuniões, compilar dados e relatórios, e até enviar e-mails.

Capacite a força de trabalho moderna com ferramentas robustas de colaboração

Investir em tecnologia beneficia todos em uma organização. Por sua vez, também afeta o público externo e as partes interessadas, como clientes, possíveis clientes e investidores, por meio de um melhor atendimento ao cliente, aumento da produtividade e um claro retorno do investimento.

A tecnologia certa paga dividendos na forma de maiores taxas de retenção. Os funcionários ficam mais satisfeitos quando lhes é oferecido um ambiente de trabalho que ressoa com suas preferências, ao mesmo tempo em que permite um trabalho intencional, conexões pessoais e controle individual. O resultado? É possível colher as recompensas mantendo os melhores talentos disponíveis.

*** Texto enviado pela assessoria da LogMeIn, Inc.

LEIA TAMBÉM:

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *