Construa um relacionamento com seu cliente

Vender é o objetivo de qualquer vendedor, obviamente. Mas já pensou em como você construiu esse caminho até a venda?

A venda não se resume apenas na aquisição do seu produto ou serviço. Na verdade, ela é muito mais o caminho do que a chegada. É você, vendedor, quebrar a cabeça pensando na melhor maneira de conquistar aquele cliente difícil. É passar um tempo criando uma estratégia de acordo com seus valores e os dele. É analisar o perfil do seu consumidor e conseguir visualizar um possível plano de ação personalizado que irá beneficiar ambos.

Atender seu cliente de maneira personalizada é a chave para a fidelização. (Foto: Reprodução/Nappy)

Por onde começo?

O primeiro passo é conhecer o perfil do possível cliente. Todas as informações que puder conhecer sobre ele são valiosas para que você comece a traçar seu plano de negociação.

Vamos pegar o exemplo de Eduardo Tevah, especialista em liderança e motivação. Em uma de suas viagens, por conta da pressa, resolveu pegar um táxi. 

Durante o trajeto, a pergunta “a Uber está te tirando muito trabalho?” foi inevitável para o taxista. E, segundo Eduardo, essa conversa foi uma das maiores lições que teve na vida. A resposta dele foi direta. “É claro que a Uber me tirou trabalho! Mas eu continuo sobrevivendo e o meu negócio de táxi continua sendo extremamente rentável, e o senhor sabe o por quê?”

O condutor explicou que, em seus longos anos de trabalho, conseguiu criar um rede de clientes fidelizados graças a um simples diferencial que muitos desses aplicativos não têm: relacionamento. 

O especialista em liderança e motivação, Eduardo Tevah (Foto: Reprodução/diariodosudoeste.com.br)

“O senhor deixaria um Uber buscar os seus filhos na escola?”. Eduardo Tevah conta que, a partir dessa pergunta, o taxista mostrou o quanto seus fregueses têm confiança nele, seja para buscá-los, seja para transportar os filhos. Essa relação foi construída com base na identificação do problema do cliente e, consequentemente, na escolha da melhor resolução para ele.

Independente da profissão, quando alguém se sente bem suportado, ele vai fazer a melhor coisa para o dono do serviço: indicar. Mesmo que seu amigo ou parente não precise naquele momento, enquanto seu cliente estiver satisfeito, ao menos comentar ele vai.

Relacionamento gera preferência 

Uma pessoa não quer ser tratada como qualquer uma, e assim funciona com seus consumidores. Nenhum deles quer receber um tratamento “geral”, como se fossem apenas mais um. Ao reconhecer isso, você já está no caminho certo para construir um relacionamento de longo prazo com ele. 

Caso tenha êxito nisso, aquele freguês sempre te colocará como primeira opção, mesmo seu preço sendo maior que o da concorrência. Acontece que, na compra, ele irá priorizar outros quesitos que ultrapassam o valor do serviço, como qualidade, atendimento personalizado, etc.

Feche negócio com precisão e networking de impacto (Foto: Reprodução/Unsplash)


Pense que você, vendedor, é o próprio taxista: mesmo com inúmeros aplicativos e opções mais baratas de transporte, ele tem a certeza de que sempre terá rendimentos. Mas, essa certeza foi graças a um esforço além do preço: teve empatia, reconhecimento, interesse. Lembre-se: vendedor não é nada sem esses quesitos. 

Sempre vão existir muitas opções de diversos produtos. Mas nenhuma empresa consegue oferecer o mesmo tipo de networking e relacionamento que o seu. O diferencial está exatamente aí! Por mais que pareça clichê, isso é uma verdade: as relações humanas nos norteiam em absolutamente tudo, inclusive nos negócios. Cabe a você conquistar seu cliente, reforçando os pontos positivos, com clareza e acessibilidade!

LEIA TAMBÉM:

tag: clientes, evento de vendas, lideranca, networking efetivo, palestrante, vendas, vendas de alta performance, vendedor,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *