Disney Plus ultrapassa 100 milhões de assinantes

Depois de menos de um ano e meio, Disney Plus ultrapassa 100 milhões de assinantes

Disney Plus ultrapassa 100 milhões de assinantes

Menos de um ano e meio após o lançamento do serviço de streaming, o Disney Plus ultrapassou oficialmente 100 milhões de usuários.

Os executivos anunciaram este marco na reunião anual de acionistas da Disney. A última vez que a Disney forneceu as notícias mais recentes sobre o número de assinantes do streaming foi em fevereiro, o primeiro trimestre de receita.

Lá, ele anunciou que a partir de 2 de janeiro de 2021, esse número havia acabado de ultrapassar 94 milhões. Embora os executivos não tenham dito nada que levasse o Disney Plus a ultrapassar 100 milhões de assinantes, os últimos sucessos de WandaVision e Raya and the Last Dragon podem ter ajudado. A próxima grande série do Disney Plus é The Falcon and Winter Soldier, lançada em 19 de março.

Para se ter uma ideia, o famigerado Netflix demorou algo em torno de 10 anos para atingir o mesmo feito.

 O enorme sucesso do Disney Plus … nos inspirou a ser ainda mais ambiciosos e a aumentar significativamente nosso investimento no desenvolvimento de conteúdo de alta qualidade”, disse o CEO Bob Chapek em um comunicado à imprensa. “Na verdade, estabelecemos uma meta de [mais de] 100 novos títulos por ano, e isso inclui Disney Animation, Disney Live Action, Marvel, Star Wars e National Geographic.”

O sucesso do streaming da Disney Plus atraiu a atenção de todos na indústria. O co-CEO da Netflix, Reed Hastings, não acredita que a Disney seria capaz de atrair 60 milhões de assinantes no primeiro ano. No entanto, agora a plataforma de streaming ultrapassou os 100 milhões de assinantes em 16 meses.

Resultados da Disney Plus

Os executivos da Disney previram inicialmente que, até 2024, o número de assinantes do streaming chegaria a 60 a 90 milhões. No entanto, a empresa superou essa meta e agora pretende ter 300 a 350 milhões de assinantes em todas as suas plataformas de streaming até 2024.

Para tentar continuar a aumentar a base de assinantes do Disney Plus, Chapek reiterou que o “negócio direto ao consumidor da Disney é a principal prioridade da empresa, e nosso robusto pipeline de conteúdo continuará a impulsionar seu crescimento”.

Atualmente, todas as grandes franquias e marcas têm várias séries em desenvolvimento. Por isso, aparentemente mais filmes intermediários (filmes diferentes de “Star Wars”, “Marvel” ou “Frozen”) migrarão para Disney Plus.

Embora 100 milhões de assinantes sejam uma conquista, os analistas podem ter dúvidas sobre a composição da receita. Em dezembro do ano passado, a diretora financeira da Disney, Christine McCarthy, anunciou que 30% da base de assinantes do Disney Plus veio do Disney Plus HotStar, que tem uma renda média mais baixa por cliente. Como o vice-presidente de relações com investidores da Netflix, Spencer Wang, apontou em janeiro, a receita geral é baixa.

No entanto, não há dúvida de que a Disney alcançou feitos incríveis no streaming. Já que, outros concorrentes, como WarnerMedia e NBCUniversal, estão tentando expandir seus serviços de streaming, mas a taxa de crescimento é muito mais lenta.

LEIA TAMBÉM: Lucro de Magazine Luiza cresce 30,6% com R$ 219,5 milhões no 4º trimestre

tag: assinantes, disney, disney plus, streaming,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.