Empresa fatura R$ 600 mil com bonés personalizados para faculdades

Um estudante de Design na Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, aproveitou os conhecimentos obtidos no curso para empreender dentro da própria faculdade. Augusto Crocco, 26 anos, resolveu personalizar bonés para as entidades estudantis da universidade em 2013 e a ideia deu mais do que certo.

Hoje, ele e o irmão gêmeo Fernando Crocco, que é formado em Administração de Empresas na PUC – SP, administram a Owl Cap e esperam faturar R$ 600 mil em 2015.

A iniciativa foi um sucesso e logo alunos de outras universidades começaram a encomendar os bonés personalizados. O que antes era restrito a camisas e agasalhos acabou pegando de vez na cabeça dos alunos.

Os sócios são responsáveis pelo design, já a produção é terceirizada em uma fábrica paulista. Neste ano foram produzidos 15 mil bonés e o próximo passo, que já está em execução, são os bonés que estampam o nome da própria marca.

tag: bones personalizados, empreendedorismo, ideias,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.