Empresas passam a focar em diversidade de funcionários

ArtigosGestão

jan 21, 2016

0

A diversidade está em pauta entre as grandes empresas de tecnologia pelo mundo. A bandeira foi levantada por um engenheiro de software do Pinterest, que em artigo publicado no Medium, lamentou a falta de mulheres em sua empresa. Desde então, dados decepcionantes foram divulgados. O LinkedIn divulgou que 61% dos seus funcionários são do sexo masculino e 53% são brancos. O eBay é o mais diversificado de gênero, onde 24% das mulheres ocupam empregos de tecnologia. Já o Yahoo é o mais racialmente diverso, já que 31% dos seus trabalhadores são brancos.

O Pinterest já estabeleceu metas ambiciosas para melhorar a sua diversidade. Hoje, 19% de seus engenheiros são mulheres, menos de 1% são negros e cerca de 1% são hispânicos, de acordo com a empresa. Em 2016, planeja-se o número de mulheres engenheiras a 30% e seus engenheiros minoritários a 8%. Para isso, contratou Candice Morgan, uma especialista em diversidade corporativa, para turbinar a mudança. A chefe em diversidade elaborou algumas dicas publicadas originalmente no site Inc. Confira já como criar uma força de trabalho diversificada:

  1. Seja específico com os critérios que um candidato a emprego tem de cumprir

É talvez inevitável que um empregador aplique um viés – consciente ou inconscientemente – para um candidato em particular. Para superar isso, Morgan sugere ser muito específico com as habilidades que você está procurando em uma nova contratação.

“Processos de contratação estão em risco quando os critérios de habilidades são vagos ou inconsistentemente aplicados. Sabemos por estudos que o viés estereotipado entra em jogo sem esforços intencionais para padronizar nossas avaliações”, diz ela.

Tenha cuidado também com a procura de uma “cultura de ajuste”. Muitas vezes, o que isso realmente significa é triagem para os funcionários que olham, falam e agem da mesma forma que você.

  1. Não há nenhuma solução rápida: use uma estratégia de longo prazo

Em seus muitos anos de trabalho com a indústria de tecnologia, Morgan diz que tentar “consertar” a diversidade de uma só vez é, de longe, o maior erro que ela viu.

“Eles [os executivos], muitas vezes usam a diversidade para entrar em uma sala de conferências e chegar a uma apresentação – sem corretamente perceber que eles são uma parte do desenvolvimento de estratégias que irão trabalhar melhor para a sua empresa”, disse ela.

Em vez disso, os empregadores devem comprometer-se a delinear uma estratégia de longo prazo, a compreensão de como ele vai melhorar a linha de fundo, e em seguida, manter suas equipes responsáveis ​​para objetivos específicos.

  1. Seja honesto com você mesmo quando algo não está funcionando

“É muito importante perguntar-se o que você precisa para aprender, o que seus colegas precisam aprender e fazer muitas perguntas e educar-se sobre as experiências de diversas pessoas ao seu redor”, disse Morgan.

Em vez de fixar-se em tudo o que sabe, considere perguntando: Quanto você esta preparado para aprender?

Pode valer à pena trazer um especialista – seja um chefe de diversidade ou uma empresa de consultoria de terceiros – para preencher essas lacunas.

  1. Deixe claro para todos como a diversidade terá impacto sobre suas receitas

É importante estar ciente da razão pela qual a diversidade é tão importante. Mostre à sua comunidade como os efeitos de uma força de trabalho diversificada estendem para além das paredes da sua sede de inicialização, e, muitas vezes, significa acumular mais vendas.

“Faça conexões sobre como a diversidade e a inclusão pode impactar o seu negócio, como envolver os seus trabalhadores e os consumidores”, disse Morgan.

tag: diversidade em empresas, estrategia, FACEBOOK, google, mulheres em empresas, negros em empresas, pinterest, yahoo,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.