Fintech de soluções financeiras é selecionada para programa de aceleração do BrazilLAB

MercadoNegócios

jan 3, 2020

0
Entre as 300 startups inscritas, apenas 28 foram selecionadas. O programa conta com mentoria especializada, acesso a networking e a líderes públicos

A plataforma voltada para o consumidor e a possibilidade de escalar o atendimento para o serviço público levaram a Acordo Certo, empresa de soluções financeiras online que atua principalmente com negociação de dívidas, a ser uma das escolhidas para o programa de aceleração do BrazilLAB – primeiro hub de inovação sem fins lucrativos que conecta empreendedores ao governo e conta com uma ampla rede de investidores e parceiros.

O programa, que recebeu a inscrição de 300 startups, tem como principal objetivo adaptar e validar as soluções de inovação que atendam às demandas de gestores públicos e resolvam os principais problemas enfrentados pelos municípios brasileiros. “Queremos promover o ‘bem-estar’ financeiro de uma maneira transparente, segura e 100% online a todos os brasileiros”, explica o CEO da Acordo Certo, Dílson de Sá. 

Desafios da 4ª edição do Programa de Aceleração do BrazilLAB
Neste novo ciclo, empreendedores devem apresentar soluções para três áreas diferentes: Smart cities/urban techs, eficiência na gestão pública e habilidades para a sociedade 5.0. Os projetos selecionados serão submetidos a três meses de programa de mentoria e capacitação.

Por que a Acordo Certo foi selecionada?   
Com quase quatro anos de operação, a Acordo Certo possui atualmente cerca de 6 milhões de clientes cadastrados e utiliza a plataforma de inteligência artificial para unir consumidores inadimplentes e empresas. A empresa registrou crescimento de 200% em 2019, e tem previsão de crescer mais 200% em 2020. O lançamento recente da plataforma para empréstimo digital irá contribuir diretamente neste número.

Além de levar eficiência e inteligência de dados aos credores, o diferencial da fintech é proporcionar o bem-estar financeiro ao consumidor inadimplente, oferecendo soluções amigáveis, sem ser invasivo como nos meios tradicionais. No Brasil, há 63 milhões de pessoas endividadas, que representam 450 bilhões de reais em recuperação.

Segundo Ricardo Anbar, da área de desenvolvimento de negócios, a recuperação de créditos inadimplidos tem o potencial de ser uma fonte de receitas não previstas para as 3 esferas do governo, podendo ser aplicada também em concessionárias de serviços públicos.

***Matéria enviada pela assessoria da empresa

LEIA TAMBÉM:

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *