Ford acerta indenização de R$ 130 mil a trabalhador de fábrica fechada

A fábrica da Ford deve ser definitivamente fechada até julho, segundo sindicato. Os trabalhadores e seus familiares terão cobertura de plano de saúde sem carência por mais seis meses, a partir da data de suas demissões

Ford acerta indenização de R$ 130 mil a trabalhador de fábrica fechada
Ford acerta indenização de R$ 130 mil a trabalhador de fábrica fechada

A Ford chegou a um acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos Camaçari na quarta-feira (12) para demitir seus 4.500 funcionários da fábrica.

Em janeiro, foi anunciada a proposta da multinacional de deixar o País. O acordo prevê uma indenização de no mínimo R$ 130 mil a serem pagos aos trabalhadores para compensar as demissões.

Além disso, o acordo coletivo segue o modelo aprovado pelos colaboradores da Ford em Taubaté (SP) em abril. Portanto, a montadora só manterá a linha de montagem da marca Troller no Ceará até o terceiro trimestre deste ano.

O Acordo da Ford e o Sindicato

A proposta aprovada por Camaçari inclui uma compensação financeira adicional ao fundo recessivo. Assim, todo trabalhador da linha de montagem terá direito a receber 2,05 salários por cada ano trabalhado na Ford, com um depósito mínimo de R $ 130 mil. Para funcionários administrativos, o limite de remuneração é o mesmo, mas a forma de cálculo é de um salário por ano.

“O acordo cria condição de minimizar impactos da saída da empresa da região de Camaçari. Além do valor mínimo de R$ 130 mil, os trabalhadores receberão um montante fixo de R$ 30 mil quando o cálculo da idenização ultrapassar esse valor”

diz Júlio Bonfim, presidente do sindicato. Segundo ele, o acordo foi aprovado por unanimidade.

Além disso, a partir da data do desligamento, os trabalhadores da Ford e seus familiares contarão com seguro saúde sem carência por mais seis meses.

A fábrica de Camaçari, que produz os modelos Ka e Ecosport, e a fábrica de Taubaté, que fabrica motores, atualmente produzem apenas peças automotivas de reposição. De acordo com a previsão do Bonfim, a produção final será concluída no início de julho.

Em comunicado, a Ford afirma que oferece ainda “um programa de qualificação dos trabalhadores e (…) um suporte para recolocação por meio da contratação de uma empresa especializada”.

LEIA TAMBÉM: Carrefour divulga resultado do 1º tri, o primeiro após negociação com BIG

tag: fabrica, ford, ford saira do brasil, indenização, montadora, montadora de veiculos,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.