Índice apresenta cidades turísticas mais competitivas

ArtigosGestão

dez 16, 2015

0

As cidades de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR) e Belo Horizonte (MG) são os destinos mais competitivos do país, de acordo com o Índice de Competitividade do Turismo Nacional 2015, apresentado no dia 9 de dezembro, em Brasília (DF). Desenvolvido pelo Ministério do Turismo (MTur), Sebrae e Fundação Getúlio Vargas (FGV), o estudo acompanha a evolução do segmento em 27 capitais e 38 municípios. Todos são avaliados em 13 dimensões e 60 variáveis que influenciam a atividade turística -infraestrutura, serviços, políticas públicas, entre outros.

Mais do que um monitoramento, esse estudo é uma ferramenta para destacar iniciativas positivas, que podem servir como incentivo e exemplo para outros destinos e gargalos que ainda precisam ser sanados. “Uma boa gestão pública para o turismo é fundamental, não somente no sentido de criar condições de infraestrutura básica, mas também em criar ambiente favorável ao turismo nas prefeituras e microrregiões”, afirma a diretora-técnica do Sebrae, Heloisa Menezes.

O secretário nacional de Políticas de Turismo, Júnior Coimbra, informou que o MTur já concluiu 17 mil obras para o turismo e mais de 6 mil encontram-se em fase de conclusão, tendo investido um total aproximado de R$ 12 bilhões. Afirmou que o estudo é importante para que os governos federal e estadual possam construir políticas públicas em colaboração com as prefeituras municipais.

Premiações

As melhorias realizadas na orla da Praia do Futuro e a programação do Centro de Convenções contribuíram para colocar Fortaleza (CE) como o município que mais evoluiu em relação aos resultados de 2014. A capital cearense também foi a principal cidade na categoria Aspectos Socais. Localizada na região do Pantanal sul-mato-grossense e próxima à fronteira com a Bolívia, Corumbá (MS) foi a mais bem colocada entre as não-capitais. Também ficou em primeiro lugar nas categorias Capacidade Empresarial, Acesso e Marketing.

Também foram destacadas iniciativas criadas para fomentar o turismo em alguns dos 65 destinos. Entre elas, o Sou Curitiba, projeto de economia criativa que gera oportunidades de negócios para empreendedores locais a partir do desenvolvimento de souvenirs inovadores, e a Rede Caiçara de Turismo Comunitário, em Paranaguá.

tag: cidades turisticas, gestao, politicas publicas, turismo,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.