Jovens fazem sucesso com venda de marmita corporativa

Se você trabalha em um escritório com mais pessoas, percebe que a hora do almoço é sempre aquela correria e bagunça. Diversos pedidos de almoço, entregas a todo momento, pedidos entregues errados e, no fim, cada um acaba comendo em um horário. Foi pensando em solucionar este problema e tornar a hora do almoço em um momento descontraído e de união que os empresários Peter Chun, 29 e Clayton Oliveira, 23, fundaram a Marmotex, uma startup para facilitar a alimentação corporativa.

Através de parceria com diversos restaurantes, o trabalho da Marmotex consiste em repassar os pedidos, recolhe-los e entregar na hora combinada. E, quanto mais pessoas aderirem, mais brindes podem ganhar. Tudo isto através do site, em que os pagamentos ocorrem mensalmente e de maneira individual. A ideia deu tão certo que grandes empresas como Nubank, Terra, Itaú, Bank of America, Abril, SBT e Microsoft escolheram a Marmotex para a hora do almoço. Confira a entrevista de A Magia do Mundo dos Negócios com Peter Chun, o sócio-fundador da Marmotex:

Como surgiu a ideia de fornecer marmitas corporativas?
A Marmotex surgiu de uma necessidade, trabalhávamos na época para outras startups e sair pra comer era bem complicado: pouco tempo, muita gente, pratos sempre iguais, etc.

Qual a área de atuação?
Por uma questão de logística, atualmente atendemos na Vila Olímpia, Faria Lima e Brooklin.

Pratos completo ok

A proposta é entregar todos os pedidos na mesma hora. (Divulgação)

Por que a escolha do nome Marmotex?
O nome Marmotex faz referência ao animal “Marmota” e a comida trazida de casa “Marmita”, criamos um trocadilho para tornar a hora do almoço mais prazerosa. Depois, descobrimos os hábitos peculiares do animal marmota, que quando acorda da hibernação precisa sair correndo pra se alimentar, então ele precisa saber bem o lugar que está.

O site possui uma comunicação bem informal. Por que optaram por este formato?
O design do site e produto é feito por nós. Buscamos diversas referências nacionais e internacionais também e como somos da área de TI, fica mais fácil desenvolver a plataforma.

Optamos pela linguagem informal porque é a que utilizamos no dia a dia, então facilita a comunicação porque é só ser a gente mesmo.

Quem faz parte da equipe Marmotex?
Atualmente oito pessoas trabalham na Marmotex. Temos 13 restaurantes cadastrados de diferentes gastronomias, 80 empresas cadastradas e atendemos, em média, entre 40 e 50 pedidos diários.

Tiveram dificuldades no início? Como as superaram?
Sempre há dificuldades, mas o mais importante foi formar um time que não tem medo de enfrentar os desafios.

Qual é o diferencial da Marmotex?
O diferencial é o nosso padrão. Desde a embalagem até a entrega da sua comida quentinha no horário e local combinado.

Quais os planos para o futuro?
Nosso plano para o futuro é nos estabelecermos como a melhor solução para alimentação corporativa.

Qual sua mensagem para quem está começando no mundo dos negócios?
Minha mensagem/conselho pra quem está começando: primeiro “quem” depois o “que”. Não importa o que você irá fazer, mas com as pessoas certas sempre vai dar certo. Nunca desista!

tag: Clayton Oliveira, empreendedorismo jovem, Entrevista, marmita corporativa, marmotex, Peter Chun,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.