LG fechará fábrica em SP ao transferir produção de monitores e notebooks para Manaus

Após realizar reunião com a direção da LG Brasil, o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté (Sindmetau) confirmou que a empresa deve fechar a sua fábrica em São Paulo e transferir a produção de notebooks e monitores para Manaus (AM)

LG fechará fábrica em SP ao transferir produção de monitores e notebooks para Manaus
Reprodução

Um dia após anunciar o encerramento de sua produção global de smartphones, a LG anunciou na terça-feira (6) que iria transferir suas linhas de produção de monitores e notebooks de sua fábrica em Taubaté, no interior de São Paulo, para Manaus.

Apenas as operações de call center da empresa permanecerão na cidade de São Paulo. Como resultado, o Sindicato dos Metalúrgicos estima que 700 dos 1.000 funcionários da LG da cidade serão demitidos.

A fábrica do Vale do Paraíba ainda conta com 400 funcionários na linha de produção de smartphones, que será fechada. O repasse é atribuído à isenção de impostos da LG na Zona Franca de Manaus.

Na segunda-feira passada, logo após anunciar o encerramento da divisão, a multinacional sul-coreana disse que continuaria a produzir monitores e laptops em Taubaté. Porém, na terça-feira, em reunião com o Sindicato dos Metalúrgicos, a empresa disse que só manterá seu call center em São Paulo.

“A empresa fará a transferência da produção de notebooks, monitores e all in one para sua unidade de Manaus, de modo que fortaleceremos nossa competitividade comercial em TV, PCs e monitores”, disse a LG em nota.

A empresa afirmou ainda que vai negociar com o sindicato de Taubaté para “impor uma indemnização adicional pelos direitos vigentes” aos despedidos.

Por que a LG deixou São Paulo?

A LG disse ao sindicato de Taubaté que a decisão foi tomada porque existem incentivos fiscais no estado do Amazonas. Já que, não existe essa mesma isenção em São Paulo. A entidade fará nova reunião com a LG na sexta-feira e buscará revogar a decisão.

Segundo a empresa, depois que o governo de São Paulo decidiu não prorrogar a isenção de ICMS do setor, decidiu transferir laptops e monitores para o Amazonas. A empresa disse que conversou com o governo (estadual), mas não deu. Cláudio Batista, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté, disse que cerca de 700 pessoas serão demitidas.

A entidade vai procurar o governador João Doria (PSDB) para tentar restaurar o fechamento da fábrica, e vamos discutir e dar compensação social a todos os trabalhadores.

A decisão da LG é a segunda maior baixa na zona industrial do Vale do Paraíba neste ano. Em janeiro, a Ford anunciou que estava deixando o Brasil e, portanto, fechou seu departamento naquele país. A montadora possui fábrica de motores em Taubaté e gerou 830 empregos diretos.

LG e Mercado de Smartphones

A LG se tornou a primeira grande empresa, que produzia telefones, a sair do polêmico mercado de smartphones. Segundo dados da consultoria IDC, hoje, globalmente, essa área é liderada por Apple e Samsung. Ambas empresas são responsáveis ​​por 23,4% e 17% das vendas globais no terceiro trimestre de 2020, respectivamente. Em seguida, vêm a chinesa Xiaomi (11,6%) e a Huawei (8,6%).

A LG ocupa a nona posição entre os fabricantes em termos de volume de vendas em 2020, com uma participação de mercado de apenas 2%. Porém, segundo dados do IDC, no Brasil, a empresa é uma das três maiores empresas com 12% de participação no mercado nacional, competindo com Samsung, Motorola e Apple. Em 2020, a participação da empresa no mercado nacional chegará a dois pontos percentuais.

A empresa sul-coreana disse que após perdas na região desde 2015, confirmou o encerramento de seu negócio de telefonia móvel. A empresa tentou vender todo o departamento, mas falhou.

“Desde o segundo semestre de 2015, o nosso negócio global de celulares tem sofrido uma perda operacional por 23 trimestres consecutivos, resultando em um acumulado de aproximadamente US$ 4,1 bilhões [em perdas] até o final de 2020”, informou a empresa em nota.

tag: fabrica, fabricante, incentivo fiscal, lg, manaus, notebook, sp,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.