Liv Up: startup de refeições saudáveis, congeladas ou prontas, recebe R$ 180 milhões

Liv Up, empresa conhecida por seus serviços de entrega de alimentos saudáveis ​​e congelados, recebe aporte de R$ 180 milhões em rodada série D

Liv Up: startup de refeições saudáveis, congeladas ou prontas, recebe R$ 180 milhões
Henrique Castellani e Victor Santos (Liv Up/Divulgação)

A Liv Up, conhecida por seus serviços de entrega de alimentos saudáveis ​​e congelados, espera dobrar seu faturamento em 2021. Para isso, além de novos funcionários, a empresa também deve ampliar seu portfólio de alimentos.

O plano de crescimento alcançará ajuda financeira este ano. Já que, a Foodtech anunciou, na sexta-feira (18), que arrecadou 180 milhões de reais em um financiamento Série D liderado pelo Lofoten Capital Fund, que é acompanhado por outros veículos de investimento conhecidos da startup, como ThornTree Capital Partners e Kaszek Ventures.

Além disso, Victor Santos e Gabriel Eisencraft, cofundadores e diretores financeiros da Liv Up, revelaram os segredos dos modelos de negócios de startups: alimentação saudável, impacto na cadeia produtiva, escala e experiência digital.

“Sabíamos que as pessoas estavam cada vez mais se alimentando melhor que a digitalização transformaria diversos setores, incluindo a alimentação”

contou Santos em entrevista anterior ao Do Zero Ao Topo da InfoMoney

Livup e o foco a Experiência do Cliente

A visão é que os recursos arrecadados ajudarão a empresa a aumentar suas apostas em novas opções de alimentos em sua linha de produtos. Além disso, no ano passado, a Liv Up passou a oferecer aos clientes frutas frescas, vegetais e vegetais, além de carne, peixe e laticínios. Com isso, mercearias, agricultores familiares, padarias e açougues estão cobertos.

“Antes da pandemia, eu conversava com a indústria tradicional e ouvia que a digitalização da compra de alimentos nunca iria acontecer. Mas nossa vida já é multicanal: estamos com o celular na mão o tempo todo. Queremos levar uma experiência integrada ao consumidor.”

afirma em entrevista à InfoMoney

Além de aumentar a oferta, a empresa pretende também destinar parte dos recursos arrecadados ao desenvolvimento de novas tecnologias voltadas para o atendimento ao consumidor. Ademais, Santos afirma que o objetivo é levar novas experiências aos clientes por meio do aplicativo Liv Up e aprimorar o sistema interno que mapeia todo o processo, desde a coleta de alimentos até a entrega porta a porta.

 “Estamos construindo um sistema alimentar mais inteligente e transparente, com um portfólio completo para as diferentes necessidades do dia a dia”

diz o CEO e cofundador Victor Santos em entrevista à Forbes.

Há cinco anos, a foodtech atendeu mais de 50 cidades no Brasil e conta com 600 funcionários.

De acordo com o CFO da start-up Gabriel Eisencraft, a receita da Liv Up foi de 100 milhões de reais no ano passado e deve chegar a 200 milhões de reais até 2021.

“Com a nova capitalização, vamos implantar uma estratégia de crescimento acelerado para seguir dobrando de tamanho a cada ano, expandindo o alcance de nossa cadeia de valor compartilhado”

afirma.

LEIA TAMBÉM: Google Store: Por dentro da primeira loja física da marca em Nova York

tag: alimentação, alimentação saudável, alimento congelados, alimentos, alimentos fitness, FITNESS, foodtech, Liv Up,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.