Mercado Livre investirá R$ 4 bilhões em São Paulo, com geração de 5 mil empregos

Em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, a Mercado Livre vai investir R$ 4 bilhões e vai criar 5 mil empregos até o final de 2021.

Mercado Livre investirá R$ 4 bilhões em São Paulo, com geração de 5 mil empregos
Fernando Yunes, Vice-Presidente Sênior e Líder do Mercado Livre no Brasil, e João Doria, Governador de São Paulo (Imagem/Reprodução)

João Doria, governador de São Paulo, anunciou nesta segunda-feira (17) que foi estabelecida uma relação de parceria entre o Governo do Estado de São Paulo e o Mercado Livre para se especializar e criar oportunidades de emprego.

A empresa vai investir R$ 4 bilhões no Estado de São Paulo, o que equivale ao investimento da empresa no Brasil todo em 2020. Além disso, com esse valor o Mercado Livre pretende criar 5 mil empregos até o final de 2021.

Qualificação profissional

A varejista anunciou um investimento de R$ 10 bilhões no Brasil no início deste ano e agora revela que parte do destino será São Paulo. Dessa forma, das 5 mil vagas de trabalho em São Paulo, 4.100 serão destinadas à logística. Enquanto, 450 vagas serão destinadas aos profissionais da equipe técnica da empresa e 450 vagas serão destinadas às demais áreas da empresa.

Além disso, o programa buscará a qualificação de profissionais e jovens empreendedores de 17 a 24 anos em Cajamar, Osasco, Sorocaba e Louveira, onde funciona o Mercado Livre e onde fica o Centro Paula Souza (CPS).

O CPS é uma autarquia do Governo de SP, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Ademais, ela a administra 223 escolas técnicas (Etecs) e 73 Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais, incluindo 322 mil alunos em cursos técnicos de nível médio e superior tecnológico.

A ideia é que alunos da Etecs e da Fatecs se qualifiquem e participem do processo seletivo do Mercado Livre. Além disso, Fernando Yunes, vice-presidente sênior do Mercado Livre do Brasil, afirmou que o plano de trabalhar com o Governo do Estado para recrutar profissionais qualificados é benéfico para a empresa.

“85% dos nossos vendedores estão em São Paulo. Por isso, o investimento em logística aqui faz sentido. Das 7.200 vagas que vamos abrir neste ano no Brasil, 5 mil serão em São Paulo. No próximo ano, o investimento deve ser ainda maior. Vemos um potencial enorme de crescimento no e-commerce”

afirmou Yunes.

Empreendedorismo em São Paulo

Além disso, a secretária de Estado do Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, explicou que junto com o Mercado Livre que proporciona investimentos e abre vagas de trabalho, também estão na iniciativa o CPS, o Sebrae-SP e o Banco do Povo.

O Sebrae-SP oferecerá a 100 mil empreendedores o curso online gratuito para empreendedores “Como Vender Rápido na Internet”. Por meio do Banco do Povo, o governo estadual fornecerá microfinanciamento para aproximadamente 350.000 empresários.

“Empreendedores do estado terão acesso ao curso do Sebrae-SP e acesso ao microcrédito do Banco do Povo para impulsionarem e qualificarem seus negócios. Além disso, o Mercado Livre vai oferecer alguns benefícios em sua plataforma, como bônus no Mercado Ads, para que esses empreendedores vendam seus produtos de forma mais assertiva. A ideia é oferecer um investimento direto para a retomada econômica unindo um esforço conjunto de vários times”

explicou Patrícia.

Atualmente não há detalhes sobre como funcionam os cursos para empreendedores, mas os alunos do CPS poderão participar e iniciar o empreendedorismo.

“Quanto mais empreendedores qualificados tivermos, melhor para o Mercado Livre. Teremos mais produtos para os clientes e ofertaremos mais trabalho para esses empreendedores, que poderão vender seus produtos online na nossa plataforma”

afirmou Yunes.

De acordo com Patrícia, o e-commerce paulistano deve crescer de 30% a 35% neste ano. Além disso, a secretária acrescentou: “O e-commerce faturou R$ 224 bilhões no Brasil, sendo que São Paulo foi responsável por R$ 100 bilhões desse total.”

*Com informações da InfoMoney

LEIA TAMBÉM: Wine compra Cantu Importadora por R$ 180 milhões e reforça negócio B2B

tag: governo estadual, mercado livre, mercado livre do brasil, Mercado Livre e Estado de São Paulo, Parceria Mercado Livre e Governo de SP,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.