Mercado Livre vai abrir o 3º centro de distribuição no Brasil

O lugar do novo centro vai ser em Gravataí, no Rio Grande do Sul

No primeiro trimestre de 2020, o Mercado Livre anunciou que vai abrir seu terceiro centro de distribuição. O local escolhido é Gravataí, cidade no estado do Rio Grande do Sul. O objetivo é otimizar as entregas para que o cliente espere o menos possível.

“Isso é parte do nosso planejamento de médio prazo de ampliar mais a nossa malha logística”, declarou o vice-presidente do Mercado Livre para América Latina, Stelleo Tolda, à Reuters .

O investimento de 3 bilhões de reais para 2019 também servirá para inaugurar o local. Este valor faz parte da meta do Mercado Livre de fazer, pelo menos, metade de suas entregas de encomendas em até 48 horas.

Antes disso, a empresa inaugurou um depósito de 111 mil metros quadrados em Cajamar (SP); ele também já possuía uma unidade em Louveira (SP).

Além do novo centro, outra estratégia para agilizar as entregas foi uma parceria fechada com a companhia Aérea Azul. Segundo Tolda, mais centros de logísticas surgirão no Brasil.

Apenas no terceiro trimestre, o Mercado Livre teve um crescimento de 603 milhões de dólares. Em comparação com o ano passado, é um aumento de mais de 69%. Só no Brasil, a porcentagem é de 65% do total.

Mas, como nem tudo são flores, a empresa também presenciou uma queda no seu lucro. O prejuízo líquido subiu dos 14,3 milhões de dólares do terceiro trimestre de 2018 para 66,9 milhões.

Já seu volume de vendas (GMV) somou 3,6 bilhões de dólares, uma alta de 21,6% em dólar em relação ao ano anterior. O marketplace da companhia vendeu 98 milhões de itens, alta de 17,3% ano a ano.

LEIA TAMBÉM:

tag: centro de distribuição, inteligencia de logistica, mercado livre,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.