Microsoft quer armazenar dados em um lugar inusitado

ArtigosInovação

fev 3, 2016

0

De acordo com o jornal The New York Times a Microsoft está trabalhando em um projeto grandioso. Trata-se de um centro de base de dados no fundo do oceano.

De codinome Natick, a ideia é submergir centros de dados sob a água, utilizando fibra ótica para transferir os dados de volta a terra.

Devido ao poder de processamento do computador, centros de dados precisam de refrigeração – é por isso que Facebook e Google os constroem em países nórdicos frios – e as profundezas do mar oferecem isso de graça.

De acordo com o relatório, a Microsoft ainda está nos primeiros estágios de testar a tecnologia que poderia reduzir o tempo que leva para construir um centro de dados de dois anos para 90 dias. Um estudo de 105 dias de duração foi mais bem sucedido do que o esperado, então a tecnologia deve ser aplicada em breve.

tag: armazenamento de dados, Fibra ótica, inovação, inusitado, mar, microsof, oceano,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.