Compras de Natal: negativados agora podem ter acesso a cartão para compras online e ainda preservar a Amazônia

Mais de 45 milhões de brasileiros, equivalente ao PIB de Portugal, não possuem acesso a nenhum serviço financeiro, o que dificulta as compras em lojas virtuais

Com as festas de final de ano, muitas pessoas aproveitam a época para presentear pessoas queridas no Natal. E as compras online são uma modalidade cada vez mais escolhida pelos consumidores, pois os benefícios são inúmeros. Através da internet, além de evitar filas, já que os grandes centros comerciais costumam ser lotados nessa época, o cliente que resolve comprar online consegue pesquisar preços ainda melhores sem sair de casa e, também, tem acesso a promoções exclusivas oferecidas por lojas e comércios online.

Entretanto, uma dificuldade pode ser encontrada por alguns consumidores: não ter um cartão para finalizar suas compras virtuais. A modalidade de pagamento através de boleto bancário não é oferecida por todas as lojas online, além do que depende da compensação do pagamento do boleto, o que leva até sete dias úteis e pode atrasar as compras que precisam chegar até as festas de final de ano.

Segundo dados do Instituto Locomotiva, o Brasil tem mais de 45 milhões de pessoas não incluídas no sistema bancário e essas pessoas movimentam mais de 820 bilhões de reais por ano fora dos bancos, o que é equivalente ao produto interno bruto de Portugal (218 bilhões de dólares).

Isso significa que muitos brasileiros têm poder de compra, mas ainda não encontram acesso completo a todos os serviços para consumir. Os motivos que levam esses brasileiros a evitarem o serviço bancário são as altas taxas cobradas por bancos tradicionais para contas simples e, também por já terem tido algum problema de crédito anterior, o que faz com que as instituições não concedam contas ativas para negativados pelo SERASA.

A UzziPay, fintech que nasceu com o propósito de juntar tecnologia e sustentabilidade, por meio do inovador conceito de “preservação colaborativa” – que financia a preservação da Floresta Amazônica a cada novo cliente –, oferece uma conta digital básica que não possui mensalidade e  cartão pré-pago internacional da bandeira Mastercard sem a consulta de CPF e cobrança de anuidade. O que facilita a vida de milhões de brasileiros que não conseguem ter uma conta convencional em bancos e nem adquirir cartão para comprar online.

“A UzziPay surge com o diferencial de demonstrar e dar o exemplo prático de que é possível unir em um projeto tecnologia, inovação e sustentabilidade, criando sinergia entre os modelos de desenvolvimento de negócios digitais e desenvolvimento de regiões que necessitam de ações sociais e ambientais”, pontua Márcio Barnabé, Chief Marketing Officer da UzziPay.

A proposta também é reduzir a burocracia: a conta da UzziPay oferece vários serviços financeiros com acesso a tecnologias como o QR Code, que facilita as operações. A conta digital pode ser facilmente aberta e administrada pelo próprio aplicativo da fintech para celulares, disponível para Android e iOS, facilitando ainda mais o curto período para resolver as compras para o final de ano.

*** Texto enviado pela assessoria da fintech

LEIA TAMBÉM:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *