Negócio próprio x Franquia: qual a melhor opção?

Confira as 7 principais diferenças entre esses dois modelos

Essa matéria faz parte da nossa série de conteúdos “Tudo que você precisa saber sobre franquias”. Se você ainda não conferiu a primeira, é só acessar este link.

Foto: Unsplash

Você quer ser seu próprio chefe, ter um negócio onde pode ser gestor e participar das decisões da empresa. No entanto, uma dúvida que pode surgir na cabeça de muitas pessoas é: por onde começar?

Bom, existem duas maneiras para você empreender. Antes de começar a falar delas, o primeiro ponto que não pode ser deixado de lado é que nenhuma das duas exigem pouco esforço, pelo contrário! Um gestor não pode, de modo algum, achar que sua posição o faz trabalhar menos.

Tendo isso em mente, vamos às formas de empreender!

Negócio próprio vs. Franquias

Se você já está pesquisando há um tempo, pode ter visto que existem muitas diferenças entre abrir um negócio do zero e abrir uma franquia. Como tudo na vida, existem os dois lados da moeda e é necessário analisar tudo para não tomar decisões precipitadas.

Confira 7 diferenças entre esses dois tipos de negócio e faça sua escolha!

1.Marca

Foto: Unsplash

Franquias: o franqueado tem o direito de uso da marca e da identidade visual. Além disso, a partir do momento em que se abre uma franquia, a reputação da marca já está atrelada. Portanto, se você escolhe uma franquia de bons olhos no mercado, é um processo a menos.

Negócio próprio: o dono do negócio tem total liberdade de criação de uma marca e identidade visual. Quando você começa um empreendimento, o seu consumidor não estará ligado à sua marca, mas sim, à sua imagem. Outro ponto em ter um negócio próprio é que você terá que construir do zero a reputação da sua empresa.

2. Produto

Foto: Unsplash

Franquia: se a rede já está bem consolidada, o produto, automaticamente, tem uma boa recepção entre os consumidores.

Negócio próprio: assim como a marca, o produto tem de ser desenvolvido do zero. A vantagem disso é que você, como dono, tem total liberdade de criação do seu produto ou serviço. Nessa modalidade, o dono também precisa investir em marketing para criar estratégias de aceitação do público.

3. Treinamento

Foto: Unsplash

Franquia: a franqueadora é responsável por passar todo o know-how necessário para seus franqueados. Todo o treinamento e aporte que sua rede precisar, é dever da matriz fornecer.

Negócio próprio: o dono do empreendimento tem liberdade de gerir da forma que quiser, e isso está relacionado com o seu próprio perfil.

4. Publicidade

Foto: Unsplash

Franquia: a propaganda e o marketing da franquia são concentrados na franqueadora. Fica totalmente a cargo da matriz quais serão as estratégias de publicidade da rede.

Negócio próprio: o empresário é integralmente responsável pelos custos e pelas formas de divulgação e marketing da sua empresa. Por ser algo orgânico, normalmente começa pequeno e vai crescendo de acordo com o ritmo da empresa e do seu gestor.

5. Material

Foto: Unsplash

Franquia: geralmente, a franqueadora possui algum tipo de convênio ou contrato com fornecedores específicos para suprir qualquer material que seus franqueados precisarem.

Negócio próprio: o dono tem total autonomia para escolher onde comprar seus suprimentos, sem, necessariamente, firmar algum vínculo com fornecedor.

6. Localização

Foto: Unsplash

Franquia: quem determina o melhor lugar para se conduzir o negócio é o franqueador. Essa escolha é feita com algum tipo de pesquisa sobre a disponibilidade e viabilidade do local.

Negócio próprio: a escolha fica a cargo do dono. Existe a possibilidade de ajuda por parte de externos, mas isso pode aumentar os custos para o empresário.

7. Resolução de problemas

Foto: Unsplash

Franquia: a matriz dá todo o suporte necessário para a franquia, com visitas periódicas de representantes ou por meio de canais de comunicação da própria rede.

Negócio próprio: aqui, o dono também pode contratar algum tipo de ajuda externa (como consultorias, por exemplo), mas os custos podem aumentar.

LEIA TAMBÉM:

tag: BUSINESS, empreendedorismo, empreender, Franchising, franquias, negocio proprio,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *