Nuvemshop recebe R$ 500 milhões e se prepara para crescer 20 vezes em cinco anos

A Nuvemshop, startup especializada em marketplace para pequenos e médio varejistas, recebeu mais um investimento multimilionário.

Nuvemshop recebe R$ 500 milhões e se prepara para crescer 20 vezes em cinco anos
Luiz Piovesana (CMO), Nicolás Loretti (COO), Santiago Sosa (CEO e cofundador), Alejandro Vázquez (CCO e cofundador) e Martín Palombo (CPO e cofundador), diretores da Nuvemshop (Nuvemshop/Divulgação)

A Nuvemshop, empresa especializada no comércio eletrônico de pequeno e médio varejo, recebeu 500 milhões de reais do fundo Accel Partners.

Esse mesmo fundo já investiu em empresas como Facebook, Slack e Spotify. Assim com esse investimento, a A Nuvemshop espera ampliar a escala de suas operações em 20 vezes nos próximos cinco anos. Além de expandir seus negócios para toda a América Latina.

O desempenho em 2020 é fundamental para a Accel investir na empresa – aliás, um dos sócios do fundo, Kevin Efrusy, participou da última rodada de financiamento realizada em outubro.

O mercado de PMEs conta com 75 mil lojas ativas e vendas ao cliente (GMV) superiores a 3,5 bilhões de reais. A meta deste ano é chegar a 7 bilhões de reais.

De acordo com Santiago Sosa, fundador e CEO da Nuvemshop, é provável que a América Latina cresça mais de 20 vezes até 2026. Para isso, é preciso aumentar o número de clientes dos atuais 75 mil para 600 mil. Assim, o plano continuará com foco no pequeno e médio varejo com potencial de vendas mensal de R$ 3 milhões.

Crescimento da Nuvemshop

Para prestar serviços a todas essas empresas, a Nuvemshop precisou fortalecer seu quadro de funcionários. Já que, se a startup tinha 100 funcionários antes da pandemia, agora tem 400 funcionários. Por conseqüência, esse número deve dobrar até dezembro. Nos próximos três anos, a expectativa é ter 3.000 funcionários.

Muitos deles devem ser contratados em outros países porque a meta é iniciar operações na Colômbia, Chile e Peru em 2021. Além disso, atualmente, a empresa possui escritórios na Argentina, México e, claro, no Brasil.

“Mesmo o mercado latino já sendo grande, com US$ 85 bilhões em vendas, ainda há muita coisa por fazer”, diz Sosa. “E é sempre bom lembrar que a população da América Latina é de 650 milhões de pessoas, o dobro da população americana e com uma particularidade: o índice de PMEs é muito maior.” 

LEIA MAIS: Ambev adapta cervejaria para produzir e doar oxigênio hospitalar em SP

tag: investimento, marketplace, medios varejistas, nuvemshop, STARTUPS, varejo, varejo digital,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.