O comércio eletrônico dos EUA atingirá US $ 1 trilhão em 2022

De acordo com os últimos dados do Adobe Digital Economy Index, a pandemia gerou receita adicional de US $ 183 bilhões para o comércio eletrônico dos EUA

O comércio eletrônico dos EUA atingirá US $ 1 trilhão em 2022
218883169 – Modern communication technology concept; Credito: Shutterstock

A COVID-19 trouxe efeitos de longo prazo, aumentando significativamente os gastos domésticos com comércio eletrônico.

Devido à pandemia, os consumidores optaram pelo digital para atender às suas necessidades diárias. Assim, por consequência, de acordo com os dados mais recentes do Adobe Digital Economy Index, o comércio eletrônico nos Estados Unidos teve um impulso extra de US $ 183 bilhões.

Além disso, este número representa quase o tamanho da temporada de compras de fim de ano de 2020.

Em 2020, os dados da Adobe mostraram que os gastos online entre novembro e dezembro foram de US $ 188,2 bilhões.

O aumento para US $ 182 bilhões ocorreu no período de pandemia de 12 meses, de março de 2020 a fevereiro de 2021. Já que, nesse momento, os consumidores americanos gastaram um total de US $ 844 bilhões online.

Durante o ano de 2020, o gasto total online nos Estados Unidos foi de US$ 813 bilhões. Assim, representando um aumento de 42% em relação ao ano de 2019.

De acordo com a taxa de crescimento atual, a Adobe prevê que os gastos familiares online no ano civil de 2021 chegarão entre US $ 850 bilhões e US $ 930 bilhões.

Uma vez que, a pandemia causou uma mudança rara nos gastos online, equivalente a um aumento de 20%. Por isso, a Adobe espera um crescimento futuro ainda maior.

A Adobe estima que 2022 será o primeiro ano do desenvolvimento de um trilhão de dólares do comércio eletrônico nos Estados Unidos.

Comércio Eletrônico em 2021

Segundo a Adobe, nos dois meses de janeiro a fevereiro de 2021, os consumidores norte-americanos surpreendentemente gastaram US $ 121 bilhões online. Assim, representando um aumento anual de 34%.

Além disso, nos primeiros dois meses de 2021, os pagamentos estilo “Compre Agora, Pague Depois” aumentaram 15% com relação ao ano anterior.

O Adobe Digital Economy Index também rastreia as tendências de preços online como um indicador econômico do poder de compra do consumidor e da inflação digital.

Essas percepções incluem: Os consumidores geralmente veem um aumento médio anual no poder de compra online de 4%. Em 2020, devido à escassez de oferta, aumento dos preços e aumento dos custos de novos serviços, a demanda caiu 1% com relação ao ano anterior.

O Adobe Digital Economy Index é baseado na análise do Adobe Analytics que cobre mais de um trilhão de visitas a sites de varejo nos Estados Unidos e mais de 100 milhões de SKUs.

LEIA TAMBÉM: Quase um quinto dos funcionários do Facebook está desenvolvendo tecnologias de Realidade Virtual e AR

tag: comércio eletrônico, compras online, e-commerce,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.