Órgão estuda implantar um “Uber do ônibus”, confira como funcionaria

Um estudo realizado em Lisboa, Portugal, mostrou que trocar carros particulares por um “Uber do ônibus” poderia reduzir em 55% o tempo de viagem de quem mora em áreas periféricas.

O estudo foi realizado pelo ITF (Internacional Transport Forum), órgão da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) para o setor de transporte, visando implantar no futuro um ônibus coletivo compartilhado.

O “Uber do ônibus” seria um veículo com 8 ou 16 lugares, acionado mediante aplicativos, assim como o Uber. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, foram simulados 1,1 milhão de viagens ao dia na cidade de 550 mil habitantes comparando o padrão atual – em que 50% delas são feitas em carros, motos e táxis; 21% a pé; e o restante em transporte público– com esse novo sistema com veículos coletivos compartilhados.

A conclusão foi de que haveria uma grande redução de custos com transporte, com a  redução de 10 euros semanais para quem vai de carro particular, para 3 euros, por exemplo.  

Nas horas de pico, os engarrafamentos seriam um terço menores, e quase 100% das áreas destinadas a estacionamento poderiam ficar livres.

Além disso, a crise para manter os preços das passagens de ônibus e a superlotação, como na cidade de São Paulo seria solucionada. Ainda não há previsão para implantação do projeto.

tag: ônibus coletivo compartilhado, transporte compartilhado, uber do onibus,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.