Santander Brasil tem lucro gerencial de R$ 4 bi no 1º tri, alta de 4,1%

O índice de eficiência foi a 35,2% no primeiro trimestre de 2021, o melhor na história do Santander Brasil.

Santander Brasil tem lucro gerencial de R$ 4 bi no 1º tri, alta de 4,1%
Reprodução

O lucro líquido da gestão do banco Santander Brasil no primeiro trimestre deste ano foi de 4,012 bilhões de reais. O valor exclui o ágio nas aquisições, que foi 4,1% superior ao mesmo período de 2020.

Além disso, ao final de março, o crédito ampliado dos investimentos totalizava 497,566 bilhões de reais, queda de 2,9% em relação ao final do ano passado. Na comparação anual, a carteira de investimentos cresceu 7,4%.

Ademais, os ativos totais detidos pela subsidiária espanhola do Banco da Espanha caíram 2,2% em relação ao mesmo período do ano passado, atingindo 978,15 bilhões de reais no final do primeiro trimestre.

Surpreendentemente, o patrimônio líquido, por sua vez, aumentou 7,4%, atingindo 77,763 bilhões de reais no período encerrado em março.

O retorno sobre o patrimônio líquido médio foi de 20,9%. Na comparação com o trimestre anterior, ficou estável, mas abaixo dos 22,3% do mesmo período do ano passado.

Santander Brasil

O índice de inadimplência de curto prazo do Santander Brasil (considerando atrasos de 15 a 90 dias) deteriorou-se, atingindo 36% no primeiro semestre deste ano. Ao final de dezembro, a relação era de 2,8%.

Considerando a inadimplência com atraso de mais de 90 dias, o índice do Santander foi a 2,1% ao fim de março, estável ante dezembro. Em um ano, melhorou 0,9 ponto porcentual.

“O indicador ainda é beneficiado pelas medidas adotadas ao longo de 2020, como prorrogações de pagamentos, principalmente em pessoa física, além do aumento de participação dos produtos de menor risco no saldo total da carteira.”

explica o Santander Brasil, em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras.

No final de março, a reserva para créditos de liquidação duvidosa era de 3,161 milhões de reais. Dessa forma, representando um aumento de 9,7% em relação ao quarto trimestre de 2020.

De acordo com os dados do banco, a carteira de investimentos do banco foi afetada pela restauração do crescimento do crédito, pessoas físicas. Ademais, o custo do crédito do Santander aumentou para 2,6% nos primeiros três meses deste ano, em comparação com 2,5% no final de dezembro do ano passado.

Em março, o saldo das reservas do Santander era de 25,728 bilhões de reais, um aumento de 2,6% em relação aos três meses anteriores. Um aumento de 18,5% em um ano

LEIA MAIS: Tesla tem lucro recorde de US$ 438 milhões no 1º trimestre

tag: lucro, lucro Santander, lucros, santander, Santander Brasil,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.