Startup Descomplica recebe aporte de R$ 450 milhões

Startup de educação, Descomplica, é a nova aposta do SoftBank, dono do maior fundo de venture capital do mundo.

Startup Descomplica recebe aporte de R$ 450 milhões

Na quinta-feira (18), A startup de cursos preparatórios para Enem e vestibulares Descomplica anunciou que recebeu um aporte de R$ 450 milhões (US$ 84 milhões) do SoftBank.

O SoftBack é um conglomerado japonês de telecomunicações e dono do maior fundo de venture capital (fundos de investimento em capital de risco, que aplicam diretamente em negócios com alto potencial de crescimento) do mundo.

Surpreendentemente, esse foi considerado o maior investimento que uma startup brasileira de educação já recebeu. 

Esses recursos serão usados ​​para aprimorar produtos, contratar técnicos, realizar aquisições e ampliar as categorias de educação básica, vestibular, graduação e pós-graduação.

Além disso, até 2018, data do último aporte recebido pela companhia, as entradas de recursos de investidores na empresa somavam 32,5 milhões de dólares.

Após o inicio da pandemia e o fechamento de escolas, os brasileiros valorizaram ainda mais a educação à distancia e a plataforma foi a salvação de muitos estudantes que viram a qualidade das aulas diminuir.

Segundo o Descomplica, a empresa já detém 80% do mercado de preparação online para o Enem.

Descomplica

O Descomplica é um site de educação que ajuda alunos a se prepararem para o ENEM e Vestibulares. O criador da plataforma foi Marco Fisbhen, que antes de fundar a Edtech, era professor de física.

A ideia de Descomplica surgiu quando ele estava pensando na possibilidade de outros cursos além do vestibular. No final de 2011, Fisbhen começou gravar as primeiras aulas em seu apartamento. Desde então, a edtech expandiu seu catálogo de vídeos e atraiu investidores.

Hoje, a Decomplica disponibiliza vídeos sobre reforço escolar, vestibular, concursos públicos, cursos de graduação e pós-graduação. A startup tem 5 milhões de alunos. Os assinantes acompanham os estudos principalmente pelo próprio site da startup. Além de cursos em redes sociais como Instagram, TikTok e YouTube. Surpreendentemente, a startup também possui parcerias mensais financiadas por agências como Claro, Natura e Governo do Estado de São Paulo.

LEIA TAMBÉM: SpaceX, de Elon Musk, recebe investimento de US$ 850 milhões

tag: aporte, descomplica, ensino a distancia, soft back, STARTUP, venture capital,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *