Victoria’s Secret é vendida para fundo de investimento por US$ 1,1 bilhão

A L Brands, grupo detentor da Victoria’s Secret, vendeu a marca por US$ 1,1 bilhão. As informações são do Wall Street Journal. Ainda de acordo com o jornal, o comprador é o fundo de investimento Sycamore Partners, que irá controlar 55% da grife. Os 45% restante ainda ficarão com a L Brands.

Outra mudança também deve acontecer na direção da empresa. O atual CEO e fundador da L Brands, Les Wexner, vai deixar o cargo. Recentemente, ele tem sido criticado por conta dos escândalos de abuso e assédio sexual envolvendo executivos da grife contra as modelos da Victoria’s Secrets – chamadas de Angels. Além disso, Wexner mantinha laços estreitos com Jeffrey Epstein, acusado de tráfico de menores e morto em 2019.

A venda da Victoria’s Secret vem num momento em que a grife passa por uma crise na sua imagem. Por não se adaptar às mudanças que envolvem inclusão, quebra de padrões estéticos e diversidade, a marca acaba caindo na rejeição do público.

Um exemplo disso foi o famoso desfile da grife, que no último ano foi cancelado por falta de interesse e adesão.

A L Brands fechou a quarta-feira avaliada em US$ 7 bilhões, bem longe de seu pico de US$ 29 bilhões em 2015.

LEIA TAMBÉM:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *