Você foi convidado para falar em público? E agora?

ArtigosComportamento

set 4, 2015

0

Qual é a sua primeira ação quando precisa preparar uma apresentação? Se a sua resposta foi: sentar, abrir o PowerPoint e iniciar a produção dos slides, cuidado! Você pode estar desperdiçando tempo e energia para um resultado final abaixo do esperado.

Antes mesmo de abrir o computador, o comunicador deve pensar de maneira “analógica”, com papel e caneta nas mãos. Faz parte do planejamento responder uma série de perguntas, como por exemplo, qual é o verdadeiro propósito de sua palestra? Por que é que você foi convidado a falar? O que o público espera? Na sua opinião, quais são as partes mais importantes de seu tema para o público? Lembre-se, mesmo se você foi convidado para compartilhar informações, a simples transferência delas torna-se a fala entediante e “chata”. Afinal de contas, o público sempre pode apenas ler o resumo da sua apresentação, por exemplo. Sempre coloco como objetivo principal, a inspiração do público. Desta forma a presença do palestrante se torna indispensável.

Nos nossos treinamentos, sugerimos os seguintes questionamentos na preparação:

Quem é o público?

Quais são suas origens? Quanto eles conhecem do tema que apresentarei?

Qual é o propósito do evento?

É a inspiração? Eles estão procurando informações práticas com exemplos concretos? Será que eles querem mais conceitos e teoria, em vez de conselhos?

Por que você pediu para falar?

Quais são as suas expectativas?

Após responder a essas perguntas você já terá boa parte do seu roteiro pronto. O próximo passo é descobrir detalhes do local da apresentação, como por exemplo, a localização e a logística; qual tempo você terá para se apresentar? Que hora do dia? Existirão outros apresentadores, e qual é a ordem; que dia da semana? Tudo isso importa, pois mexe com a expectativa do seu público, gerando um comportamento diferente ao receber seu conteúdo.

Por fim, a minha principal recomendação é apresentar o tema com emoção genuína. Não importa se os seus slides são bonitos e profissionais, se o conteúdo não for transmitido com vivacidade. Não me interpretem mal, eu não estou dizendo que um grande conteúdo é dispensável. Conhecimento do assunto é o pontapé inicial de toda preparação, mas eu já assisti à palestras tão teóricas, mas tão teóricas que se tornaram chatas. Não caia na armadilha de pensar que, para que o público entenda alguma coisa, você deve dizer-lhes tudo. O que nos leva à idéia de simplicidade.

 

 

 

 

 

 

Franco Junior
Quando o assunto é “vencer o medo de falar em público”, Franco Junior, é um dos nomes mais lembrados nos meios empresariais e educacionais do país. Seus treinamentos são utilizados em cursos de pós-graduação da USP e UNESP. Jornalista, com especialização em comunicação, Franco realiza treinamentos de profissionais liberais e executivos de alto nível e, forma, anualmente, centenas de alunos. Ministra treinamentos para grandes organizações como LG, Serasa-Experian, Mondelez, Correios, VIVO, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Grupo Lwart, Brasil Foods, AB Brasil, Sandvik, e dezenas de outras empresas igualmente importantes.

www.francojunior.com.br

banner_lojavirtual

https://www.google.com/adsense/app?hl=pt_BR&gsessionid=UXfQvkEoY1x5oYi8psnJXA#main/myads-springboard

tag: Franco Junior,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.