VP da Nike pede demissão após filho usar seu cartão de crédito para comprar 600 pares de tênis

Ex-vice presidente de vendas globais da Nike, Ann Hebert, pediu demissão após 25 anos na empresa, devido a uma ligação com negócio de revenda de sneakers de seu filho.

VP da Nike, Ann Hebert, pede demissão após filho usar seu cartão de crédito para comprar 600 pares de tênis

Joe Hebert, de 19 anos, faz parte dos novos empreendedores da Geração Z: os fãs de tênis compram modelos cobiçados em grande quantidade e depois os revendem a preços mais altos.

Segundo relatos, Joe Hebert,  conhecido no mercado pelo nome de “West Coast Joe”, era responsável por adquirir edições limitadas de sneakers da Nike e por revende-los, faturando “centenas de milhares de dólares por mês”.

A Bloomberg relatou que Joe Hebert, filho da VP da Nike, teria usado o cartão de crédito da executiva para comprar tênis para seu negócio de revenda, West Coast Streetwear. Assim, o pedido de demissão de Ann Hebert veio logo em seguida.

Segundo relatos, Joe Hebert gastou 100 mil reais no cartão de crédito de sua mãe para a compra de mais de 600 pares de tênis no modelo Yeezy Boost 350 Zyon, lançado 12 dias antes pela Adidas.

West Coast Joe: o mercado resale de Joe Hebert

O West Coast Joe ficou famoso em 2011 por supostamente encontrar 6 pares de Air Mags em um armazém abandonado.

Após o relato da Bloomberg, alguns usuários da Internet começaram a suspeitar de Ann Hebert. Dessa forma, levantando a hipótese de que sua conexão com o plano de revenda de seu filho poderia ter começado naquele momento.

No entanto, de acordo com um porta-voz da Nike, os negócios de Ann Hebert com seu filho não violavam as políticas da empresa com informações internas ou conflitos de interesse. Mesmo assim, a executiva optou por deixar a empresa, e a expectativa é que a empresa anuncie a substituição do cargo nos próximos dias.

Mercado de Revendas

As revendas ou resale são um dos segmentos que mais crescem no mercado da moda hoje. Principalmente, com os famosos “grails” (tênis de edição especial e / ou edição limitada) que ocupam o topo do faturamento.

Estima-se que o mercado de revenda de calçados esportivos em 2019 gerou cerca de US $ 6 bilhões globalmente. Sendo, US $ 2 bilhões apenas nos Estados Unidos.

Os Sneakerheads, nome dos fanáticos por esses calçados, não parecem desanimar com esta pandemia. Já que, os mercados de tênis e revenda ainda estão crescendo.

Segundo pesquisa da Cowen Equity Research, estima-se que a revenda de bolas de tênis pode chegar a US $ 30 bilhões globalmente.

LEIA TAMBÉM: FedEx investirá US$ 2 bilhões, principalmente em carros elétricos, para se tornar carbon-neutral até 2040

tag: nike, plano de revenda, resale, vice presidente, vp,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.