Xiaomi investe US$ 10 bi para fabricar carros elétricos

A Xiaomi, empresa de tecnologia chinesa, fez um investimento bilionário em carros elétricos e já fez previsões sobre quando seus veículos serão lançados no mercado.

Xiaomi investe US$ 10 bi para fabricar carros elétricos
Reprodução

A Xiaomi, empresa multinacional chinesa do ramo da tecnologia, anunciou em um comunicado na terça-feira que vai investir nos próximos dez anos US $ 10 bilhões em uma subsidiária que produz principalmente “veículos elétricos inteligentes”.

O investimento inicial na nova área chefiada pelo CEO Lei Jun será de US $ 1,5 bilhão.

 “A Xiaomi espera oferecer veículos elétricos de qualidade para que todos no mundo possam utilizá-los, em qualquer lugar”, informou a empresa em comunicado.

Como um dos maiores fabricantes de smartphones do mundo, a Xiaomi também vende outros dispositivos, como câmeras de segurança doméstica, barbeadores elétricos e escovas de dente, lâmpadas, relógios e scooters.

A empresa não forneceu muitos detalhes se está focando apenas no desenvolvimento de software ou se também pode ser usado na produção. A expectativa é se conectar com grandes montadoras, como Tesla, General Motors e Volkswagen.

Portanto, a Xiaomi está à frente da rival Apple, que há muito promove a ideia de fazer carros elétricos, mas ainda não encontrou um parceiro no mercado de carros da joint venture.

Mercado de Carros Elétricos

Embora esta notícia seja uma má notícia para a Tesla, a Tesla é a maior fabricante de carros elétricos do mundo e seu valor de mercado ultrapassou a soma dos gigantes tradicionais no mercado automotivo, mas a entrada de novos concorrentes neste mercado é particularmente importante na Ásia. Os concorrentes estão preocupados.

Nos últimos meses, empresas como a BYD ganharam participação de mercado na região. A BYD recebeu investimento de Warren Buffett, e o preço de suas ações subiu mais de 400% em 2020 sozinho. Além disso, empresas como Geely, Weilai e Xiaopeng Automobile também são outros concorrentes no campo de carros elétricos. Recentemente, o Baidu, que se fortaleceu com o desenvolvimento dos serviços de Internet, também demonstrou sua intenção de acelerar seu desenvolvimento neste campo.

Além disso, a China tem se mostrado um mercado muito promissor para carros elétricos. Já que, o levantamento da consultoria Canalys aponta que, até 2021, o número de veículos elétricos vendidos no país deve aumentar 51%, para 1,9 milhão. Em comparação, 296.000 veículos elétricos foram vendidos nos Estados Unidos em 2020.

LEIA MAIS: Unicórnio de Minas Gerais, Hotmart recebe aporte de R$ 735 milhões

tag: carro eletrico, xiaomi,

avatar

Marcus Bernardes Fundador

A Magia do Mundo dos Negócios – 2013

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.